Prefeito, vice, vereadores e suplentes serão diplomados nesta sexta

Devido à pandemia, ato será diferente, sem solenidade e em horários escalonados, a partir das 13h
quinta-feira, 17 de dezembro de 2020
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
O antigo Fórum, onde será realizada a diplomação dos eleitos (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
O antigo Fórum, onde será realizada a diplomação dos eleitos (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

O futuro prefeito de Nova Friburgo Johnny Maycon, seu vice, Sérgio Abreu, os 21 vereadores eleitos e seus suplentes serão diplomados pela Justiça Eleitoral nesta sexta-feira, 18, a partir das 13h, no cartório da 222ª Zona Eleitoral do município, no prédio do antigo Fórum Júlio Zamith, na Praça Getúlio Vargas, no Centro. No entanto, diferente dos anos anteriores, desta vez não haverá solenidade. Os eleitos na votação popular do último dia 15 de novembro e os suplentes receberão seus diplomas com escalonamento de horário, para evitar aglomerações e respeitar as medidas sanitárias de enfrentamento à pandemia de Covid-19. 

A diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta que o candidato foi efetivamente eleito pelo povo e, por isso, está apto a tomar posse no cargo no próximo dia 1º de janeiro de 2021. Os eleitos receberão os diplomas, as indicações das legendas sob a qual concorreram a eleição e o cargo para o qual foram eleitos. Cabe ressaltar que o rito não exige a presença do candidato eleito. O diploma pode ser buscado por procuradores, no entanto, geralmente os próprios eleitos participam da solenidade.

Os diplomados

Além de Johnny Maycon (prefeito) e Sérgio Abreu (vice-prefeito), também serão diplomados os 21 vereadores eleitos. São eles, pela ordem dos mais votados: Maiara Felício (PT), com 1.870 votos; Marcinho (Republicanos), 1.464 votos; Joelson do Pote (PDT), 1.443; Zezinho do Caminhão (PSB), 1.427; Dirceu Tardem (PSB), 1.409 votos; Carlinhos do Kiko (Pros), 1.282; Christiano Huguenin (MDB), 1.146; Janio de Carvalho (DC), 1.139; Angelo Gaguinho (DC), 1.130; Isaque Demani (PP), 1.125; Cascão do Povo (Patriota), 1.052; Vanderleia Lima (PP), 1.024; Priscilla Pitta (Cidadania), 920; Professor André (PL), 818; Cláudio Leandro (PL), 814; Maicon Queiroz, (PSC), 783; Wellington Moreira (PSL), 751; José Roberto Pacheco Folly (PSC), 750; Max Bill (Avante), 599; José Carlos Schuvalwb (PRTB), 497; e Walace Piran (PSDB), 496 votos.

Os partidos que mais conquistaram cadeiras na Câmara de Nova Friburgo foram o PSB, DC, PP, PL e PSC, com dois vereadores eleitos cada. Patriota, PDT, PT, Republicanos, Cidadania, PROS, MDB, PSL, Avante, PRTB e PSDB, terão apenas um representante cada. Como a partir dessas eleições municipais não houve coligação nas candidaturas para vereador, os primeiros suplentes de cada eleito será o segundo (ou no caso de PSB, DC, PL e PSC) o terceiro candidato(a) mais votado(a) no pleito.

Os 16 partidos que conquistaram cadeiras na Câmara para a próxima legislatura terão os seguintes primeiros suplentes (vereador que assume a vaga do titular nos casos em que este assume algum cargo no Executivo Municipal, de renúncia ou morte, por exemplo): Norival (PT); Pastor Wallace (Republicanos); Renato Abi Râmia (PDT); Professor Pierre Moraes (PSB); Toninho Despachante (Pros); Luciana Pires (MDB); Maicon Gonçalves (DC); Alcir Fonseca (PP); Dr. Maicon Frattani (Patriota); Marcio Damazio (Cidadania); Nathalia Palquinho (PL); Chico Barros (PSC); Paulinho da Máquina (PSL); Reginaldo Moraes (Avante); Sensei Junior (PRTB) e Fábio Larica (PSDB).

 

LEIA MAIS

Objetivo foi buscar e recursos e parcerias para lançar projetos e fazer melhorias em quadras e ginásios

Presidente da Firjan apresentará o projeto Arco Seguro, idealizado para articular melhorias de conservação e segurança da rodovia

Legislativo friburguense suspende atividades para higienização e só reabrirá na próxima terça

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra