Parque Juarez Frotté: uma boa opção de lazer o ano inteiro

Com entrada gratuita, parque no bairro Cascatinha atrai moradores e turistas
sábado, 01 de fevereiro de 2020
por Lyvia Stael (lyvia@avozdaserra.com.br)

Localizado a seis quilômetros do centro da cidade, no bairro Cascatinha, o Parque Municipal Juarez Frotté é uma atração turística bastante procurada, não somente no verão, mas também durante todo o ano. Ele reúne muitas atrações que possibilitam o contato com a natureza. Com fauna e flora preservadas e também cachoeiras que permitem um mergulho refrescante, o local é uma ótima opção para quem gosta de passeios em meio a belíssimas paisagens. Com trilhas conservadas e sinalização, a visitação é aberta ao público todos os dias da semana, das 9h às 17h, sem cobrança de ingresso.

Com seus mirantes, trilhas e cachoeiras, o parque costuma receber cerca de mil pessoas, que lá encontram uma ampla área de lazer, parquinho para crianças, locais para churrascos, piqueniques, bicicletário, banheiros feminino e masculino, e ainda um viveiro de plantas medicinais. Outra atração do parque é o Viveiro Educandário, que  reaproveita cones de linhas de costura industrial para o cultivo de mudas de árvores nativas da Mata Atlântica. Atualmente, o viveiro está repleto de mudas de palmito juçara, que serão distribuídos para a população, além de serem replantados em áreas degradadas da cidade. 

O Viveiro Educandário é uma iniciativa idealizada pela confecção Ecomodas e  parceiros. A ideia dos coordenadores do projeto, Adriana e Alex Sandro Santos, é estimular a educação ambiental através dos estudantes, utilizando o parque para o desenvolvimento de práticas presenciais acerca do tema em questão. 

O parque também mescla toda a beleza natural com práticas sustentáveis. Há um mês foram instaladas no parque nove lixeiras adaptadas com as tampas traseiras de monitores de computadores antigos. Elas estavam guardadas, sem uso, na Faculdade de Odontologia da UFF (Universidade Federal Fluminense) e viraram lixeiras, que ficam penduradas em algumas árvores. Em outro espaço, pneus descartados no leito do Rio Bengalas são aproveitados no viveiro. 

Administrado pela Secretaria Municipal de Turismo, o Parque Municipal é cuidado com zelo pelo administrador Carlos Machado. A equipe de A VOZ DA SERRA encontrou um ambiente muito agradável, com famílias e amigos curtindo as cachoeiras. O estudante Willian Wallace dos Santos aproveitou na última semana as quedas d'água do parque na compnhia de amigos e aprovou o passeio: “Passar o dia aqui é muito agradável. Esse contato com a natureza que o parque proporciona é excelente. Já frequento aqui há mais de três anos, é um excelente programa para fazer com os amigos e com a família”, disse.

O Viveiro Educandário – uma iniciativa idealizada pela Ecomodas e seus parceiros – é um projeto que consiste no reaproveitamento de cones de linhas de costura industrial para o cultivo de árvores nativas da Mata Atlântica.

A ideia dos coordenadores do projeto – Adriana Santos e Alex Sandro Santos – é promover a educação ambiental através dos estudantes – crianças e jovens da cidade – utilizando o parque para o desenvolvimento de práticas presenciais acerca do tema em questão.

Como chegar 

Para chegar ao Parque Municipal de carro basta seguir as placas de indicações do circuito da Caledônia. Quem vai de ônibus, é só embarcar na linha Centro-Cascatinha, desembarcarcer no ponto da Praça Protházio Corrêa da Silva, no centro do bairro e caminhar até uma bifurcação à direita. A pé, são cerca de dez minutos até o parque que fica na Estrada Cascatinha-São Lourenço, 261. O local tem segurança e patrulhamento de guardas municipais diariamente. O horário de visitação é de quarta a domingo, das 9h às 17h, e a entrada é gratuita. Mais informações pelo telefone (22) 2519-7013.

 

LEIA MAIS

Árvores também foram extraídas de uma área de aproximadamente três mil metros quadrados

Convênio entre a prefeitura e a PM ampliará atuação contra esse tipo de poluição sonora

"Esperei até hoje para ver se quem fez isso recolhesse. Mas a pessoa foi vista hoje jogando ainda mais", diz ele

  • O parque é cuidado com zelo pelo administrador Carlos Machado

    O parque é cuidado com zelo pelo administrador Carlos Machado

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra