Painel Covid-19: Centro e Olaria têm os maiores índices de infectados

Dados oficiais mostram que vírus circula mais em locais com maior movimento de pessoas em Friburgo
sexta-feira, 31 de julho de 2020
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Máscaras e face shields nas ruas de Friburgo (Foto: Henrique Pinheiro)
Máscaras e face shields nas ruas de Friburgo (Foto: Henrique Pinheiro)

A Prefeitura de Nova Friburgo atualizou na última semana os dados do Painel Coronavírus, que contém gráficos da evolução da doença no município e dados detalhados do impacto do vírus nos diversos bairros. Segundo a prefeitura, no último boletim sobre a evolução da pandemia divulgado na última quinta-feira, 30 de julho, Nova Friburgo registrou 1.169 casos e 68 óbitos, mas como os dados do painel referem à última quarta-feira, as análises foram feitas quando o município ainda registrava 1.118 casos e 63 mortes.

O crescente aumento no número de casos deve-se, em parte, ao aumento das testagens que, de acordo com as informações atualizadas da Secretaria Municipal de Saúde foram realizados, até a última quinta-feira, 3.298 testes. Também é levado em conta o grande fluxo de pessoas que têm circulado pelas ruas, em consequência do relaxamento das medidas de distanciamento social, iniciada oficialmente no dia 3 de julho, e somadas à  ampliação dos critérios para flexibilizar as atividades econômicas.

Segundo mostra o painel, em Nova Friburgo o coronavírus tem atingido mais as mulheres. De acordo com o painel, o vírus foi contraído por 51,3% delas, o que corresponde a 574 casos, enquanto os homens representam 48,7%, com 544 casos. Ainda de acordo com o painel, 20,13% dos infectados são profissionais de saúde (com dois óbitos) e a taxa de letalidade pela doença no município é de 5,90%.

A pandemia nos bairros

Segundo o painel, o centro da cidade é o local com maior incidência do vírus, seguido por Conselheiro Paulino, Olaria e Cônego. Confira a lista com os 15 bairros mais atingidos:

  • Centro: 13,8% (154 casos);
  • Olaria: 11,7% (131 casos);
  • Conselheiro Paulino: 10,4% (116 casos);
  • Cônego: 6,4% (71 casos);
  • Campo do Coelho: 3,5% (39 casos);
  • Braunes: 3,4% (38 casos);
  • Cordoeira: 3% (33 casos);
  • Chácara do Paraíso: 2,8% (31 casos);
  • São Geraldo: 2,5% (28 casos);
  • Catarcione: 2,4% (27 casos);
  • Riograndina: 2,3% (26 casos);
  • Amparo: 2,2% (25 casos);
  • Mury: 2,2% (25 casos);
  • Jardim Califórnia 2,2% (25 casos)

Faixa etária

A Covid-19 tem tido grande incidência na população idosa, acima de 60 anos, considerada grupo de risco, e menor impacto entre crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos. Confira:

  • Acima de 60 anos: 25,8% (288 casos)
  • De 50 a 59 anos: 17,8% (199 casos)
  • De 40 a 49 anos 21,3% (238 casos)
  • De 30 a 39 anos e 21,3% (238 casos)
  • De 20 a 29 anos: 11,2% (125 casos)
  • De 15 a 19 anos: 0,8% (9 casos)
  • De 10 a 14 anos: 0,3% (3 casos)
  • De 5 a 9 anos: 0,7% (8 casos)
  • De 1 a 4 anos: 0,4% (4 casos)
  • Menor de 1 ano: 0,5% (6 casos)

 

LEIA MAIS

Novos leitos no Raul Sertã ajudam, mas taxa de ocupação tem ligeiro aumento

Há vários anos data vem sendo antecipada em Friburgo de outubro para a terceira segunda-feira de agosto

Funcionamento no último sábado foi excepcional devido ao Dia dos Pais

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra