Novo decreto prorroga medidas restritivas no estado até o dia 20

Municípios com bandeiras amarela, como Friburgo, e verde podem implementar ações de flexibilização
sábado, 07 de novembro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
(Foto: Henrique Pinheiro)
(Foto: Henrique Pinheiro)

Em edição extra do Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro da última quinta-feira, 5, o governador em exercício Cláudio Castro prorrogou algumas medidas restritivas de prevenção e enfrentamento à propagação da Covid-19 no estado até o próximo dia 20. Os municípios que se encontram nas regiões sinalizadas com bandeiras amarela, como Nova Friburgo, e verde - estágios que representam riscos baixo e muito baixo de contaminação da doença - podem continuar implementando medidas de flexibilização. No entanto, esses municípios precisam adotar providências normativas e administrativas.

O decreto mantém a proibição de atividades com presença de público, com exceção das que seguem regulamentação específica. Todas as atividades devem evitar aglomeração de pessoas. A realização de eventos culturais de entretenimento e lazer está liberada em espaços abertos ou fechados. É necessário o prévio cumprimento de medidas preventivas e dos protocolos de segurança sanitária estabelecidos para resguardar o distanciamento seguro, como o uso de máscara e álcool em gel.

Os eventos em ambientes abertos, como parques e praças, devem delimitar de forma prévia as áreas, que precisam ter controle de acesso do público e lugares demarcados para respeitar a delimitação de quatro metros quadrados por pessoa.

Bandeira amarela em oito regiões

De acordo com a última nota técnica e o painel de indicadores sobre a pandemia do coronavírus, o estado do Rio de Janeiro permanece classificado em bandeira amarela. Entre as nove regiões fluminenses, apenas uma apresenta risco moderado, com bandeira laranja: a Baixada Litorânea. As outras oito regiões estão classificadas em amarelo: Metropolitanas I e II, Baía da Ilha Grande, Médio-Paraíba, Noroeste, Norte, Centro-Sul e Serrana. Juntas, elas concentram 93,32% da população do estado.

 

LEIA MAIS

Compras são para atender as necessidades do Hospital Raul Sertã, pelo período de 120 dias

Nesta sexta-feira, estabelecimentos com último dígito do CNPJ par estão autorizados a funcionar, salvo algumas exceções

Novas remessas serão repassadas aos governos dos estados e destes para os municípios

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra