LXI Jogos Florais de Nova Friburgo

Conheça as trovas vencedoras dos concursos local e nacional/internacional deste ano
sábado, 18 de julho de 2020
por Elizabeth Souza Cruz
Encontro dos Trovadores em 2019 (Foto: Divulgação)
Encontro dos Trovadores em 2019 (Foto: Divulgação)

CONCURSO LOCAL 

TEMA  LÍRICO/FILOSÓFICO – INVASÃO​

1º Lugar:
Reinando em nossa varanda,
é meu filho um rei sem medo
nas invasões que comanda
com soldados de brinquedo.
Sérgio Bernardo

2º Lugar:
Ele pensa que é meu guia,
vive a invadir-me, e suponho
que até meu sono vigia,
tentando ver o que eu sonho!
Elisabeth Souza Cruz

3º Lugar
Mantendo conduta omissa
para encobrir seu mal feito,
o juiz forja a justiça,
numa invasão ao direito!
Venceslau Olival

4º Lugar
Longe de ser invasão,
ser dependência ou acinte,
tu és, amor, a razão
para o meu dia seguinte!
Elisabeth Souza Cruz

5º Lugar
Cansado de ouvir teu “não”,
parece, ao falar contigo,
que sempre tento a invasão
de um território inimigo.
Sérgio Bernardo

MENÇÕES HONROSAS

Prendeu-me o amor de tal jeito,
tão ousado e sem pudor,
que essa invasão em meu peito
foi meu exílio de amor!
Clenir Neves Ribeiro

Quer invadir meus espaços...
Ao amor dou permissão
e me rendo, abrindo os braços,
seja bem-vinda a invasão!
Clenir Neves Ribeiro

Venha invadir meu deserto
numa incursão infinita,
pois meu tempo é um livro aberto
esperando a sua escrita!
Elisabeth Souza Cruz

O coração solitário
vira “terra de ninguém”;
por não ter proprietário
de invasão será refém!
Therezinha Tavares

Ela aumenta com a idade
e a mim chega todo dia...
Essa invasão da saudade,
fitando a cama vazia!
Venceslau Olival

MENÇÕES ESPECIAIS

Voltaste sem embaraço,
nem perguntei a razão...
Se é o amor que abriu espaço,
quem vai dizer que é invasão?!
Clenir Neves Ribeiro

Quando a má sorte me alcança,
invadindo, assim, meus dias,
deposito na esperança
meus versos em poesias!
Hermê Schuenck

Sem trancar o coração,
sendo o cupido certeiro,
se o amor é uma invasão,
que me invada o corpo inteiro!
Ivone Marques Moreira

O  teu jeitinho brejeiro,
no prazer de conquistar,
me desnuda por inteiro
na invasão do teu olhar!
Ivone Marques Moreira

Senti minha alma desnuda,
meu coração vulnerável,
na invasão fatal e muda
desse teu olhar afável.
Therezinha Tavares

TEMA HUMORÍSTICO - SORTE

1º Lugar
Minha sogra tagarela
queima a língua na cozinha.
Diz alguém: “Que azar o dela...”,
e eu penso: “Que sorte a minha”!
Sérgio Bernardo

2º Lugar
Sendo pobre de dar pena,
ganha o chinês lá da esquina
sozinho na Mega-Sena...
Vai ter sorte assim na China!
Sérgio Bernardo

3º Lugar
Sorte minha e da patroa
que tem cuidados sem fim...
Sua enfermeira é tão boa
que também dá banho em mim!
Elisabeth Souza Cruz

4º Lugar
Minha sorte é minha cruz,
a evidência se destaca,
pois se eu jogar no avestruz,
pode apostar que dá vaca!
Sérgio Ferraz dos Santos

5º Lugar
Vejam só que triste sina,
falta sorte em meu caminho,
pois quando acerto na quina,
é na quina de um banquinho!
Elisabeth Souza Cruz

MENÇÕES HONROSAS

A sorte não me malogra,
no palpite, que capricho:
quanto mais sonho com sogra,
ganho com cobra no bicho!
Ailto Rodigues

Minha sogra entrou no mar
e quase foi de encomenda...
Sorte dela e meu azar:
– Nem o mar quis a oferenda!
Clenir Neves Ribeiro

Falta de sorte! Que pena...
Que destino mais incerto!
Quanta gente acerta a sena,
e eu nunca passo nem perto!
José Moreira Monteiro

Perde um troço todo dia,
toda semana é roubado.
E a cigana ainda queria
ler a “sorte” do coitado...
Sérgio Bernardo

A sorte me foi fiel...
Minha mulher, se ajeitando,
vem saindo do motel
e quase me pega entrando!
Sérgio Ferraz dos Santos

MENÇÕES ESPECIAIS

A minha sorte é um mistério
que eu não posso reclamar:
meu lugar no cemitério
alguém achou de ocupar!
Elias Braga

Minha sorte foi tamanha
que, quando joguei o anzol,
eu fisguei uma piranha
de calcinha e “baby-doll”.
José Moreira Monteiro

Pura sorte, ganhei grana!
Grita o Zé Bebum feliz.
Eu vou viver só de cana...
É a vida que eu sempre quis!
José Moreira Monteiro

Numa última cartada,
na sorte que eu antevia,
apostei minha empregada...
Perdi de vez a Maria!
Therezinha Tavares

Sorte atroz teve um vegano
que, ao sair do seu caminho,
deu no inferno, por engano,
e serviu de churrasquinho!
Venceslau Olival

 

CONCURSO NACIONAL-INTERNACIONAL

TROVAS LÍRICAS-FILOSÓFICAS - TEMA -  CHANCE

1º Lugar
Seja a semente que do alto,
quando cai para morrer,
em qualquer fenda de asfalto
vê uma chance em florescer!
Marilia Oliveira -Porto Alegre/RS

2º Lugar
Chance é olhar a queda e  o brilho
da vida, ensaiando os passos,
no andar primeiro do filho
que a gente levou nos braços!
Mara Melinni - Caicó/RN

3º Lugar
Olhando estas mãos feridas,
lamento, orgulhoso, as falhas
e não as chances perdidas
no decorrer das batalhas!
Jerson Lima de Brito - Porto Velho/Rondônia

4º Lugar
Eu busquei as grandes  chances
sem perceber que, atrevida,
a sorte as pôs nos relances
das coisas simples da vida!
J. B. Xavier - São Paulo/ SP

5º Lugar
Permite-me um beijo apenas...
E terás noites tão calmas,
que as chances serão pequenas
de apartarem nossas almas!
Edy Soares - Vila Velha/ES

MENÇÕES HONROSAS

Sempre a incerteza trafega
pela estrada do tropeço,
depois que a vida nos nega
a chance do recomeço!
Francisco Gabriel - Natal/RN

Busque sempre aproveitar
o que é bom e ao seu alcance,
que é raro a vida nos dar
aquela “segunda chance”!
Maria Madalena Ferreira/ - Magé/RJ

Estiveste ao meu alcance...
Por orgulho, não te quis,
perdendo a única chance
que eu tive de ser feliz!
Maria Madalena Ferreira - Magé/RJ

Quando o tempo é de estiagem,
sem chances de um replantio,
vou resgatando a coragem
e arranco as chances do estio!
Rita Mourão - Ribeirão Preto/SP

São bem distintas, se vê,
de qualquer forma que se olhe:
- A sorte escolhe você,
a chance é você que escolhe!
Selma Patti Spinelli - São Paulo/SP

MENÇÕES ESPECIAIS

Sou parte da natureza,
e, ao preservá-la, asseguro,
em minha própria defesa,
a chance de haver futuro!
Antonio Augusto de Assis - Maringá/PR

Transgressor, nosso romance
fere costumes, eu sei...
Mas segui-los, não há chance
quando o amor se torna lei!
José Almir Loures - Astolfo Dutra/MG

O tempo não perde a aposta
e, apesar de um dia triste,
há chance e há sempre resposta
em  cada instante que existe!
Mara Melinni - Caicó/RN

Coração, calma! – Descanse!
Esqueça a mágoa, o rancor!
- Enquanto há vida, há uma chance
de se encontrar novo amor! 

Maria Madalena Ferreira - Magé/RJ

Um jeito terno, um sorriso,
um meigo olhar de relance...
Nada mais que isto é preciso
para dar chance a um romance!
Sandro Pereira Rebel - Niterói/RJ

TEMA HUMORÍSTICO -  AZAR

1º Lugar
Não ter sorte é sua sina,
o cara tem tanto azar
que o gato preto da esquina
se benze ao vê-lo passar!
Elbea Priscila - Caçapava / SP

2º Lugar
Dei azar, entrei no expurgo
e, agora, meu erro dói:
fiz a trova pra Friburgo
e mandei pra Niterói!
Nélio Bessant - Pindamonhangaba/SP

3º Lugar
Procurei felicidade,
dei azar... é coisa rara:
- Quis achar cara metade,
quebrei metade da cara!
Therezinha Zanoni - Rio de Janeiro/RJ

4º Lugar
Inda que o azar desconforte,
o preguiçoso revida:
“Quem sabe pra minha sorte,
a vaga foi preenchida!”
Josafá Sobreira - 
Rio de Janeiro – RJ

5º Lugar
Não sei se azarado ou besta,
o pivô do time gringo,
fez o arremesso na cesta,
mas só caiu no domingo! - Nélio Bessant
Pindamonhangaba/ SP

MENÇÕES HONROSAS

Tamanho azar foi fatal
para o surfista infeliz:
Quis uma “selfie” legal,
mas o tubarão não quis!
Pedro Melo - União da Vitória/PR

Deu azar numa salada
e a freguesa enfurecida:
- Se o tempero é “noz moscada”,
a mosca não foi moída!
Maria Lucia Dalocce - Bandeirantes/PR

Por azar, saltando o muro
pra namorar a vizinha,
eu me estabaquei, no escuro,
num  poleiro de galinha!
Magnus Kelly - Natal/RN

A ceia no principado
deu-me azar e me ferrei:
fiquei no trono sentado,
tive uma noite de rei!
Paulo Marcelo Ribeiro de Araújo - Barra do Pirai/RJ

A ladra, além de ralé,
teve um azar tão danado,
que empacou na chaminé
da casa do delegado!
Francisco Gabriel - Natal – RN

MENÇÕES ESPECIAIS

Divorciou-se da ex-querida,
chamando-a de velha e brega.
Baita azar: ela em seguida
ganhou cem milhões na Mega!
Antonio Augusto de Assis - Maringá / PR

- Varrer o pé dá azar-
Solteira, por precaução,
sonhando ainda em casar,
só passa pano no chão!
Cezar Augusto Defilippo - Astolfo Dutra/MG

Transformou a sua sorte,
a Maria, após casar:
Deixou de ser a consorte,
para ser a com azar!
Dulcídio de Barros - Juiz de Fora/MG

Eu “xavecando” a  “coroa”,
chega o marido. Que azar!
- Azar? Que nada! – Ele zoa –
É sorte! Pode levar!
João Paulo Ouverney - Pindamonhangaba/SP

Jogar no bicho? Só tento...
O tal do azar me devora...
Todo palpite que invento,
meu milhar fica de fora!
Marialice Araújo Velloso - São Gonçalo/RJ

LEIA MAIS

Selecionados receberão bolsa-auxílio de R$ 3.330

​Tudo começou em dezembro de 1958...

João Costa, por exemplo, não somente cantou Nova Friburgo em trovas, mas se esmerou ao compor o soneto

Foto da galeria
Fonte do Suspiro com a Praça dos Trovadores Rodolpho Abbud ao fundo (Foto: Pedro de Mello)
Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra