Imperial College: taxa de contágio no Brasil é a mais baixa desde abril

Estudo de universidade britânica reforça tendência de estabilização na última semana, embora país ainda registre o segundo maior número de mortes no planeta
terça-feira, 15 de setembro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Imperial College: taxa de contágio no Brasil é a mais baixa desde abril

A taxa média de transmissão  da Covid-19 no Brasil é a mais baixa desde abril, diz um levantamento do Imperial College de Londres, segundo o jornal O Globo. Segundo números da universidade britânica, referentes à semana passada, o índice brasileiro é de 0,90. Os dados reforçam a tendência de estabilização do novo coronavírus no Brasil, apontada anteriormente pelo Imperial College, com leves oscilações para cima ou para baixo.

Pelo índice atual, cada 100 pessoas contaminadas contagiam outras 90, que por sua vez passam a doença para 88 e assim por diante, freando o contágio. No início da pandemia, esse número era de 2,5.

A taxa de contágio é uma das principais referênciais para acompanhar a evolução da pandemia no Brasil. Especialistas costumam ponderar, no entanto, que é preciso acompanhar a taxa por um período prolongado de tempo para atestar a estabilidade, levando em conta o atraso nas notificações e o período de incubação do coronavírus, que chega a 14 dias.

Além disso, por ser uma média nacional, a estabilidade da taxa de contágio não significa que a doença esteja próxima de uma estabilização em todas as cidades e estados do país.

 

LEIA MAIS

Cada espaço que suspende as atividades para frear contágio faz com que aumente o risco aos demais, até de outros bancos

MPF de Nova Friburgo requer que os governos do Estado do Rio e federal concluam o projeto

Total de casos confirmados supera os 2.900, com registro de 57 novos em apenas um dia

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra