Friburgo realiza 528 testes de Covid em um só dia, dos quais 51% dão positivo

Para dar conta do aumento de pacientes, Raul Sertã amplia ainda mais oferta de leitos de enfermaria, agora de 11 para 23, dos quais 20 já estão ocupados
quinta-feira, 20 de janeiro de 2022
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Friburgo realiza 528 testes de Covid em um só dia, dos quais 51% dão positivo

Somente nesta quarta-feira, dia 19, um total de 528 testes de Covid-19 foram realizados nos pontos de triagem SUS de Nova Friburgo. Deste total, 270 resultaram positivo (51,13%) e 258, negativo (48,86%). Ou seja, a cada teste realizado na cidade, a tendência de dar positivo é ligeiramente maior.

Para dar mais transparência ao atual cenário epidemiológico da cidade, a prefeitura decidiu reformular os boletins sobre a Covid-19. A partir de agora, serão informados diariamente, também, o número de testes realizados em todos os pontos de triagem SUS do município, junto com os dados de positivos e negativos. Desta forma, segundo a prefeitura, será possível saber quantos positivos ativos há em Nova Friburgo, no momento, em isolamento domiciliar e hospitalizados.

Os atuais pontos de testagem SUS em Friburgo são o da Via Expressa, a UPA de Conselheiro Paulino e o localizado no  distrito de Lumiar. A Secretaria Municipal de Saúde orienta que somente pacientes com sintomas, na janela de cinco a sete dias após o contágio, podem fazer o teste de detecção do coronavírus pelo Swab nasal. Já as pessoas com mais de oito dias de sintomas devem fazer o teste com amostra sanguínea, disponível apenas na Via Expressa.  

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o estoque de testes é considerado suficiente para atender a demanda.

A prefeitura lembra que o outro boletim, detalhando  o número de casos,  que contém os dados registrados no e-SUS, continuará sendo feito. No entanto, se um friburguense, por exemplo, fez mais de um teste de detecção de Covid-19, o sistema registrará apenas um, o que pode ocasionar divergência com  os números do novo boletim, do número de testes. 

Devido a dificuldades técnicas apresentadas no sistema que consolida os dados, não foi possível divulgar o boletim de casos desta quarta, sendo divulgado apenas o da ocupação dos hospitais.

Ampliação de leitos

Para dar conta do súbito aumento da demanda de pacientes com Covid, a Secretaria de Saúde de Nova Friburgo ampliou ainda mais a oferta de leitos de enfermaria para tratar a doença. Só no Hospital Municipal Raul Sertã, a quantidade de leitos disponíveis aumentou de 11 para 23, dos  quais 20 já estavam ocupados nesta quarta-feira.

Com a ampliação de leitos no Raul Sertã, o total de vagas em toda a cidade, que eram 33, aumentou para 45, conforme o último boletim divulgado pela prefeitura. Na enfermaria Covid da Unimed, que tem seis leitos, já não há vagas. A situação é mais tranquila no São Lucas, com dois dos quatro leitos ocupados, e no Serrano, cuja enfermaria estava com seus 12 leitos vazios.

O Raul Sertã já tinha ficado sem vagas na enfermaria na quinta-feira passada, quando ampliou o número de leitos de seis para 11, internando sete pessoas e ficando mais desafogado. Mas esses 11 deixaram de ser suficientes.

Já nas UTIs, está mantida, por enquanto, a disponibilidade  de 28 leitos totais para Covid, dos quais quatro estavam ocupados nesta quarta, um em cada hospital da cidade.

Após um mês  sem nenhuma morte por Covid-19, Nova Friburgo registrou mais dois óbitos por Covid desde o último sábado, 15. Até então, a última morte por Covid havia sido registrada em 14 de dezembro. Conforme o último boletim, divulgado na noite desta terça, 18, no total a cidade registra agora 870 mortes pela doença. Outras duas estão sendo investigadas.

 

LEIA MAIS

Na sexta-feira tem mais uma repescagem para todas as idades, somente na Uerj

Profissionais celebram seu dia nesta quinta. Projeto beneficia também técnicos e auxiliares, além de parteiras

Também continuam as campanhas contra a gripe e o sarampo

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: saúde