Friburgo ganha duas novas Reservas Particulares do Patrimônio Natural

Uma delas ocupa 7,37 hectares aos pés da Pedra Riscada, em Lumiar, informa a coluna do Massimo
quarta-feira, 09 de setembro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
A Pedra Riscada, em Lumiar
A Pedra Riscada, em Lumiar

No dia 21 de agosto o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) reconheceu cinco novas Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) no Estado do Rio, informa a coluna do Massimo. E duas delas estão em Nova Friburgo.

Somadas, as reservas vão garantir a proteção de 39 hectares de Mata Atlântica.

“O reconhecimento simultâneo de cinco novas Reservas Particulares do Patrimônio Natural é um feito inédito do Instituto Estadual do Ambiente que consolida a parceria do poder público com a sociedade para a proteção e a conservação da Mata Atlântica fluminense”, celebrou o secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Altineu Côrtes.

Legado

Uma das novas RPPNs de Nova Friburgo havia sido antecipada por esta coluna há muitos anos.

Ela ocupa 7,37 hectares aos pés da Pedra Riscada, em Lumiar, e representa mais um grande legado deste cidadão excepcional chamado César Raibert, que já fez muito pela preservação histórica das imigrações suíças e alemãs, e agora conseguiu transformar um terreno adquirido à custa de muito trabalho num santuário ecológico que será protegido mesmo quando nossa geração já não estiver mais por aqui.

Que possa servir de exemplo para iniciativas semelhantes.

"Tenho o prazer de informá-los que o Inea finalizou o processo para reconhecimento da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). O nome Raibert é para homenagear meu pentavô Johann Karl Reibert, que chegou em 3 de maio de 1824 a Nova Friburgo, para criar a 1° colônia alemã do Brasil.”

Vergonha

As palavras de César nos recordam do quanto ele tentou dar o nome de seu pentavô a um logradouro público em nossa cidade, e do tanto de burocracia e empecilhos que encontrou em suas tentativas.

O colunista se sente profundamente envergonhado pelo tratamento reservado a uma pessoa que tanto fez e faz por Nova Friburgo.

Em tempo

Ainda como incentivo a iniciativas semelhantes, cabe salientar que os avanços na conservação de terras privadas vêm ocorrendo no âmbito do Programa Estadual de Apoio às RPPNs, instituído pelo decreto estadual 40.909/2007.

Por meio do programa, o Inea oferece suporte técnico e orientações aos proprietários interessados.

Nas RPPNs, as atividades permitidas são de educação ambiental, de turismo e de pesquisa científica. O reconhecimento de reserva é perpétuo e acompanha a vida da propriedade.

LEIA MAIS

Evento este ano, desta quinta até 1º de novembro, será online e terá transmissão ao vivo

Sediada em Cachoeiras, ONG SOS Vida Silvestre fornece assistência à fauna silvestre da Mata Atlântica

Proprietário do terreno disse que não possuía licenças para o serviço

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra