Ferj cancela Copa Rio, competição que Frizão disputaria em julho

Friburguense agora fica sem partida para jogar no segundo semestre
sábado, 28 de março de 2020
por Vinicius Gastin
O Frizão em campo
O Frizão em campo

Em meio a todas as incertezas que envolvem o presente e o futuro, por conta da pandemia do novo coronavírus, a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) decidiu cancelar algumas competições previstas para acontecerem nos próximos meses. Dentre elas, a Copa Rio, que seria o próximo compromisso do Friburguense em 2020. 

O campeonato começaria no dia 3 de junho, e a final estava marcada para 26 de agosto. O Tricolor da Serra estrearia já na segunda fase, e enfrentaria o vencedor do duelo entre Duque de Caxias e Ceres.

“Diante da imprevisibilidade provocada pelo Covid-19 e com os efeitos da paralisação, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro adotou medidas protetivas aos clubes - econômicas e esportivas - com adequação do calendário em 2020. Algumas competições serão canceladas, conforme resolução da presidência”, diz o comunicado da Ferj.

Além da Copa Rio, também foram cancelados os campeonatos estaduais Feminino Sub-14 e Sub-16, a Taça Cidade Maravilhosa de Profissionais, os torneios Guilherme Embry e Otávio Pinto Guimarães, os campeonatos estaduais da Série C de Profissionais, da Série C Sub-20, Sub-17 e Sub-15 e a Copa Amador da Capital Sub-13.

Ainda de acordo com a Federação do Rio, os campeonatos estaduais das Séries B1 e B2 de Profissionais e de categorias de base de 2020 estão mantidos, mas não deverão ser iniciados antes do dia 28 de junho. Ainda não há uma definição quanto a fase principal do Campeonato Carioca Série A, que estava em disputa desde janeiro. No entanto, o período de recesso de todas as atividades ligadas ao futebol no Estado foi prorrogado pela Ferj até o dia 30 de abril.

A maioria dos clubes deve dar férias aos jogadores até o final de abril, inviabilizando o retorno da competição antes de maio, pelo menos. Por outro lado, os clubes de menor investimento terão os contratos dos atletas vencendo neste período, o que gera um impasse e aumenta as incertezas sobre o futuro do Estadual 2020.

A nível nacional é praticamente certa uma readequação de calendário, que deve avançar, no mínimo, até o mês de dezembro. Há quem defenda a equiparação ao calendário europeu, o que pode colocar em risco o futuro de alguns clubes. Resta acompanhar e aguardar os próximos posicionamentos.

 

LEIA MAIS

No atual contexto do crescimento de infecções pelo novo coronavírus, o restabelecimento de pacientes e a melhora da qualidade de vida

Entidade também solicita que atividade seja considerada serviço essencial, para hospedagem de médicos, enfermeiros e idosos que necessitam de isolamento

Documento a ser entregue a Renato Bravo pretende servir de diálogo para a retomada econômica respeitando a saúde pública

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra