Covid-19: Uerj receberá recursos para pesquisas com doentes e curados

Estudo será financiado pela Faperj e terá duração de nove meses
quinta-feira, 23 de abril de 2020
por Jornal A Voz da Serra
(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

A Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro (Faperj) financiará, com recurso no valor de R$ 421 mil, pesquisa da Policlínica Piquet Carneiro e do Hospital Universitário Pedro Ernesto, ambos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). O investimento foi liberado no edital da Faperj para apoio a grupos emergentes de pesquisa do Estado do Rio de Janeiro e será utilizado para a análise de 1.738 adultos com Covid-19, e acompanhamento dos curados durante um período de nove meses, com exames a cada três meses.

Os pacientes contaminados serão avaliados durante o período de internação com exames de ultrassonografia de tórax, hemogramas e, posteriormente, os resultados serão comparados com tomografias computadorizada de tórax. As ultrassonografias serão utilizadas em pacientes com exames positivos para Covid-19, porque tem sido peça fundamental para a diferenciação de outros problemas pulmonares e, como é mais econômica do que uma tomografia computadorizada de tórax, pode auxiliar tanto na triagem dos pacientes, quanto no prognóstico da evolução da doença e na avaliação dos pacientes com ventilação mecânica.

Coordenado por Agnaldo José Lopes, médico da Uerj, o objetivo deste projeto, que conta ainda com mais sete profissionais, é gerar conhecimento em diagnóstico e seguimento de pacientes acometidos pela Covid-19.

 

LEIA MAIS

Compras são para atender as necessidades do Hospital Raul Sertã, pelo período de 120 dias

Nesta sexta-feira, estabelecimentos com último dígito do CNPJ par estão autorizados a funcionar, salvo algumas exceções

Novas remessas serão repassadas aos governos dos estados e destes para os municípios

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Covid-19 | pesquisa | UERJ