Casos sobem para 445, mas só 35 de 106 leitos estão ocupados

Total de casos descartados chega a 788 e o de recuperados, a 178
quinta-feira, 25 de junho de 2020
por Jornal A Voz da Serra
A entrada do Hospital Raul Sertã com triagem especial para Covid-19 (Foto: Henrique Pinheiro)
A entrada do Hospital Raul Sertã com triagem especial para Covid-19 (Foto: Henrique Pinheiro)

O boletim da prefeitura nesta quinta-feira, 25, indica 445 casos confirmados de coronavírus em Nova Friburgo, sendo 106 profissionais de saúde. Outras 43 pessoas estão com suspeita da doença, 15 delas em isolamento domiciliar e 22 hospitalizadas. O total de óbitos confirmados continua em 32. Há outros seis óbitos suspeitos. 

O total de casos descartados chega a 788 e o de recuperados, a 178.

De um total de 106 leitos, entre enfermaria e UTI, disponíveis para o tratamento da Covid no município, 35 estão ocupados, segundo informações da prefeitura. A taxa de ocupação nos hospitais da cidade está assim:

LEIA MAIS

Antes em queda, taxa de ocupação de leitos de UTI para Covid também subiu, para 50%, mesmo com maior oferta

Prefeitura ainda não sinalizou se irá ou não autorizar abertura das lojas de rua aos sábados, tal como shoppings

Estágios e práticas de laboratórios também poderão ocorrer na modalidade EAD desde que garantam replicação do ambiente de trabalho

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra