Bom Jardim tem megaoperação contra organização criminosa

Policiais civis desvendaram toda a estrutura do grupo e verificaram que uma das maiores organizações do estado se estabeleceu na cidade
quinta-feira, 04 de fevereiro de 2021
por Jornal A Voz da Serra
A delegacia de Bom Jardim
A delegacia de Bom Jardim

A equipe da 158ª DP (Bom Jardim) concluiu a maior investigação da história da cidade e realizou, nesta quinta-feira, 4, uma operação e cumpriu 13 mandados de prisão contra uma organização criminosa acusada de diversos crimes, como tráfico de drogas, homicídios e roubos. Policiais civis de diversas delegacias da Região Serrana e da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) participaram da ação. 

A operação "Erva Daninha" faz alusão aos danos causados por tal espécie no ambiente afetado e, neste caso, aos males causados pelos traficantes no município de Bom Jardim. Foram quatro meses de investigação. Os agentes desvendaram toda a estrutura do grupo e verificaram que uma das maiores organizações do estado se estabeleceu na cidade, onde os integrantes adquiriam armamentos pesados para práticas criminosas. 

Os policiais também descobriram que criminosos planejavam roubos a estabelecimentos, com registros fotográficos dos locais dos ataques, e verificaram que o braço econômico da organização lavava dinheiro por meio de operadores financeiros. 

"Com essa investigação e com a operação desta quinta, baseada na inteligência, a Polícia Civil pretende dar uma resposta tão almejada pela população de Bom Jardim para impedir a crescente escalada de violência na cidade e enfraquecer a influência maléfica das organizações criminosas na região", disse o titular da 158º DP, delegado Diego Schettini.

 

LEIA MAIS

Novo comandante do 11º BPM, tenente-coronel Holanda vai propor a Johnny Maycon parceria para implantar em Friburgo projeto “Praça do Bem”, de Petrópolis

Ela também é acusada de falsidade ideológica e exposição de crianças a constrangimento, no consultório em Conselheiro

Estupro de vulnerável mais que dobrou, e sete meninas de até 14 anos foram estupradas por dia em 2020, segundo o ISP

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: crime