Associação Comercial se posiciona sobre prorrogação do isolamento

“Boa parte das empresas estão fechadas, mas observamos um número crescente de pessoas nas ruas. Pedimos às autoridades que exerçam maior fiscalização”, observa o presidente da entidade
quarta-feira, 15 de abril de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Júlio Cordeiro, presidente da Acianf: preocupação com os impactos da pandemia na saúde e também na economia
Júlio Cordeiro, presidente da Acianf: preocupação com os impactos da pandemia na saúde e também na economia

O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Nova Friburgo (Acianf), Júlio Cordeiro, se posicionou sobre os decretos estadual e municipal que prorrogaram o período de isolamento social durante a pandemia do novo coronavírus. Refletindo a preocupação de todos os empresários do setor, a entidade solicita que as autoridades repensem quanto a uma flexibilização e reforcem a fiscalização a fim de diminuir a circulação de pessoas nas ruas durante o período de quarentena.

“Estamos muito aflitos com os atuais acontecimentos, não somente na área de saúde, como também na economia que hão de atingir às nossas categorias. O grande desafio será encontrar o equilíbrio dessas nuances. Esperamos que as autoridades tenham consciência disso e que o mais cedo possível, iniciem uma flexibilização para a entrada de novos segmentos na economia, pois a cada momento que passa, se dificulta ainda mais para se manter os empregos e as próprias empresas. Não podemos arcar com as consequências sozinhos. Boa parte das empresas estão fechadas, e enquanto isso podemos observar um número crescente de pessoas circulando livremente nas ruas. Pedimos às autoridades que exerçam maior poder de fiscalização, para que o isolamento social seja efetivo e que possamos sair dessa situação difícil que estamos vivendo, o mais rápido possível”, observou o presidente da Acianf, Júlio Cordeiro, em vídeo postado nas redes sociais da entidade.

A Acianf vem buscando soluções para amenizar os impactos causados pela pandemia às empresas e à sociedade de Nova Friburgo, criando diversas campanhas voltadas ao fomento das categorias, arrecadação de donativos e também protocolando junto à prefeitura pedidos e sugestões de planejamento para tão logo seja extinta a quarentena, que seja considerado o retorno gradual das atividades.

 

LEIA MAIS

Site com informações sobre coronavírus ajudou no combate às fake news

Acianf vai incentivar profissionais de educação física a priorizarem o delivery

No mesmo dia da publicação do decreto que prorrogou quarentena, prefeitura divulgou novo boletim. Já são 89 casos confirmados, um aumento de 15% em apenas três dias

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra