Asfalto quente de usina reativada recupera estrada entre Lumiar e São Pedro

Trecho de apenas 6km tinha 176 crateras, contadas em novembro por morador
quinta-feira, 06 de janeiro de 2022
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
A pavimentação da Estrada Constância Heringer, que liga os distritos de Lumiar e São Pedro da Serra (Divulgação)
A pavimentação da Estrada Constância Heringer, que liga os distritos de Lumiar e São Pedro da Serra (Divulgação)

A Prefeitura deu início esta semana ao recapeamento asfáltico da Estrada Constância Heringer, que liga os distritos de Lumiar e São Pedro da Serra. O asfalto quente utilizado na  obra está sendo produzido na Usina de Asfalto de Nova Friburgo, reativada em dezembro.  Os insumos estão sendo enviados pelo governo do estado.

A execução da obra é de responsabilidade da Ômega Construtora e Serviços Ltda., mesma empresa que realizou o asfaltamento dos Parques D. João VI e Imperial, e é contratada pela prefeitura com recursos próprios. Moradores dizem, no entanto, que algumas ruas, como a Oscar Schultz, ficaram sem o recapeamento, licitado no governo passado.

Com relação a esta queixa, a Secretaria Municipal de Obras informou que o programa que contemplará a Rua Oscar Schultz, em Varginha, com pavimentação asfáltica é outro, proveniente de uma parceria com o Governo Federal através do Ministério de Desenvolvimento Regional , e que a prefeitura ainda aguarda liberação dos recursos pela Caixa Econômica Federal para a execução desta etapa da obra. 

O prefeito Johnny Maycon, o vice-prefeito Serginho e os secretários de Governo, Marcinho Alves, e de Obras, Bernardo Verly, foram acompanhar de perto o início dos trabalhos na Estrada  Constância Heringer, na última quarta-feira, 5. 

Esta é mais uma etapa do programa Asfalto Presente, uma parceria da prefeitura com o governo do estado, por meio da Secretaria das Cidades. A previsão é que, além da Estrada Constância Heringer, a Rua Sete de Setembro, a principal do distrito de Lumiar, também receba pavimentação asfáltica em breve. 

A Usina de Asfalto, na RJ-150, no alto da Chácara do Paraíso, voltou a operar, depois de anos desativada por falta de insumos, na primeira semana de dezembro, produzindo CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente) para o recapeamento de vias municipais. 

Os buracos na Estrada Constância Heringer estavam entre os 303 contados em novembro passado em toda a extensão entre Mury e São Pedro pelo morador e comerciante Paulo Toscano. Somente no trecho  de seis quilômetros entre Lumiar e São Pedro foram contados nada menos que 176 crateras.  Os demais, na RJ-142 entre Mury e Lumiar, foram tapados emergencialmente pelo DER-RJ.

 

LEIA MAIS

Usuário agora recebe notificações de vencimento do prazo de sua CNH 90, 60 ou 30 dias antes do vencimento

Do total, 48 foram flagrados dirigindo sob influência de álcool ou se recusaram a fazer o teste do bafômetro

São três novos equipamentos de redução de velocidade que serão operados pelo DER-RJ

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: obra | Trânsito