Asfalto quente de usina reativada recupera estrada entre Lumiar e São Pedro

Trecho de apenas 6km tinha 176 crateras, contadas em novembro por morador
quinta-feira, 06 de janeiro de 2022
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
A pavimentação da Estrada Constância Heringer, que liga os distritos de Lumiar e São Pedro da Serra (Divulgação)
A pavimentação da Estrada Constância Heringer, que liga os distritos de Lumiar e São Pedro da Serra (Divulgação)

A Prefeitura deu início esta semana ao recapeamento asfáltico da Estrada Constância Heringer, que liga os distritos de Lumiar e São Pedro da Serra. O asfalto quente utilizado na  obra está sendo produzido na Usina de Asfalto de Nova Friburgo, reativada em dezembro.  Os insumos estão sendo enviados pelo governo do estado.

A execução da obra é de responsabilidade da Ômega Construtora e Serviços Ltda., mesma empresa que realizou o asfaltamento dos Parques D. João VI e Imperial, e é contratada pela prefeitura com recursos próprios. Moradores dizem, no entanto, que algumas ruas, como a Oscar Schultz, ficaram sem o recapeamento, licitado no governo passado.

Com relação a esta queixa, a Secretaria Municipal de Obras informou que o programa que contemplará a Rua Oscar Schultz, em Varginha, com pavimentação asfáltica é outro, proveniente de uma parceria com o Governo Federal através do Ministério de Desenvolvimento Regional , e que a prefeitura ainda aguarda liberação dos recursos pela Caixa Econômica Federal para a execução desta etapa da obra. 

O prefeito Johnny Maycon, o vice-prefeito Serginho e os secretários de Governo, Marcinho Alves, e de Obras, Bernardo Verly, foram acompanhar de perto o início dos trabalhos na Estrada  Constância Heringer, na última quarta-feira, 5. 

Esta é mais uma etapa do programa Asfalto Presente, uma parceria da prefeitura com o governo do estado, por meio da Secretaria das Cidades. A previsão é que, além da Estrada Constância Heringer, a Rua Sete de Setembro, a principal do distrito de Lumiar, também receba pavimentação asfáltica em breve. 

A Usina de Asfalto, na RJ-150, no alto da Chácara do Paraíso, voltou a operar, depois de anos desativada por falta de insumos, na primeira semana de dezembro, produzindo CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente) para o recapeamento de vias municipais. 

Os buracos na Estrada Constância Heringer estavam entre os 303 contados em novembro passado em toda a extensão entre Mury e São Pedro pelo morador e comerciante Paulo Toscano. Somente no trecho  de seis quilômetros entre Lumiar e São Pedro foram contados nada menos que 176 crateras.  Os demais, na RJ-142 entre Mury e Lumiar, foram tapados emergencialmente pelo DER-RJ.

 

LEIA MAIS

Saiba o passo a passo para imprimir o boleto com o valor deste ano. Licenciamento também já pode ser pago

Tempo na fila para renegociar tributos municipais chega a mais de 4h; prefeitura presta esclarecimentos

Empresa diz que itinerários normais serão retomados assim que circulação segura dos ônibus for possível

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: obra | Trânsito