Pressuposto

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

sexta-feira, 10 de julho de 2020

Para pensar:
"Sempre considerei as ações dos homens como as melhores intérpretes dos seus pensamentos."
John Locke

Para refletir:
“Mais vale ser estapeado com a verdade do que beijado com uma mentira.”
Provérbio russo

Pressuposto

Para que possa funcionar de maneira satisfatória, o sistema democrático pressupõe que o eleitor, antes de se encaminhar para a urna, tenha buscado se informar minimamente a respeito do histórico e das propostas de cada candidato, estando pronto para fazer sua escolha sobre bases reais.

Tal pressuposto, no entanto, é quase como que um nó górdio quando se trata de conservar a fé no atual sistema, e em última análise em qualquer um que venha a ser elaborado.

Perturbador

Afinal, se acreditamos que o eleitor efetivamente busca se informar, e ainda assim elege para a política tantas pessoas que mereciam estar presas, então só nos resta aceitar que existe mesmo identificação entre eleitor e eleito, e o que vemos pelos plenários da vida não seria muito mais que um microcosmo daquilo que existe aqui fora.

Certamente uma leitura perturbadora da realidade.

Dilema

Por outro lado, se aceitamos que apesar de toda a indústria das notícias falsas ainda existem meios confiáveis para que o eleitor seja capaz de reconhecer cada árvore através de seus frutos, e admitimos que o que falta verdadeiramente é interesse por acompanhar a realidade em busca de evidências, num momento em que as redes sociais oferecem uma prateleira repleta de narrativas sedutoras (e falsas, mas quem se importa?) prontinhas para confirmar cada uma das “certezas” que cada um carrega a partir de simpatias e antipatias pessoais, então o desânimo não poderá ser muito menor. 

Esperança

À esperança, resta acreditar que para muitos ainda falte oportunidade de acompanhar com maior proximidade o que os eleitos fazem a partir dos mandatos que lhes são confiados, não em período eleitoral, mas no cotidiano, naquelas sessões distantes dos holofotes ou no sacrifício pessoal dedicado a fiscalizações.

Nesse sentido, o vídeo da sessão desta quinta-feira, 9, parece bastante elucidativo a respeito das diferenças de atuações existentes em nosso plenário.

Sobretudo no terço final da gravação, que pode ser vista no YouTube.

Quem tiver oportunidade, faria bem em conferir.

Em tempo...

A coluna enfatiza que dará visibilidade a qualquer ato abusivo que venha a ser cometido contra servidor, quer seja na Câmara, quer seja em qualquer repartição do poder municipal.

E, aos leitores, fica aqui uma pergunta provocativa: que tipo de político precisa pagar para ser defendido e elogiado?

Orgulhos

A vergonha que encontramos na política contrasta com o orgulho proporcionado pelo trabalho de excelência tantas vezes desempenhado por friburguenses espalhados pelo mundo.

Uma das fontes desse orgulho é a biomédica Elza Helena Andrade Barbosa Durham.

Mestre em Biofísica pela UFRJ e doutora em Bioinformática pela USP, Elza atua com Propriedade Intelectual (PI) desde 2007, acumulando atuações em escritórios de grande porte e também como gestora de PI em indústrias farmacêuticas nacionais e multinacionais.

Oportunidade

A ex-aluna do Colégio Nossa Senhora das Dores é recorrentemente convidada a palestrar em conferências nacionais e internacionais, e em 2018 ganhou o prêmio de Melhor Departamento de PI da América Latina pela Leaders League.

Agente da Propriedade Industrial desde 2011 e com MBA em Gestão Empresarial pela FGV, ela foi convidada pela Associação Paulista de Propriedade Intelectual a tomar parte em uma live a respeito da gestão da propriedade intelectual na área da Saúde, a ser realizada na próxima terça-feira, 14, a partir das 17h no instagram @aspi.org.br.

Para quem quiser aprender um pouco sobre o tema, ou simplesmente matar as saudades desta menina que deixou muitos amigos por aqui, eis aí uma boa oportunidade.

Dilma

Por razões as mais diversas, as redes sociais repercutiram muito - e de forma amplamente negativa - a proposta do vereador Norival de agraciar a ex-presidente Dilma Rousseff com o título de cidadã friburguense.

Há, de fato, quem aposte que mais uma vez o plenário terminará por negar a homenagem, justamente em razão desta repercussão.

Em ano eleitoral, tudo é possível.

Teatro

Aos olhos deste colunista, todo este episódio parece fortemente carregado de tons farsescos.

Desde o momento e a pertinência da homenagem, à própria maneira como alguns ensaiam fazer da rejeição um degrau para o populismo barato, tudo soa artificial, oportunista e alienado em relação às demandas do desafiador contexto em que vivemos.

Quando foi que deixamos de tratar política como coisa séria, hein?

Witzel

O governador Wilson Witzel fez, nesta quinta-feira, 9, uma visita relâmpago a Nova Friburgo.

Acompanhado do secretário estadual de Agricultura, Marcelo Queiroz, ele se reuniu com agricultores no distrito de Campo do Coelho para a entrega de cheques simbólicos a produtores rurais beneficiados pelo Agrofundo, somando valores próximos a R$ 200 mil.

O programa, da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, concede financiamentos com dois anos de carência e juros de 2% ao ano.

Detalhes

O encontro aconteceu na sede da Associação dos Produtores Agroindustriais do Estado do Rio de Janeiro (AproRio) e incluiu ainda a entrega de certificação do Ministério da Agricultura ao Estado do Rio, que, a partir de agora, integra o Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal, bem como a entrega simbólica de cestas básicas adquiridas diretamente de produtores rurais e que estão sendo doadas para cerca de quatro mil famílias (oito mil cestas) em situação de vulnerabilidade social.

A doação foi viabilizada por meio de parceria realizada entre a Fundação Banco do Brasil e a Emater-Rio.

Eles sabem...

Ainda a esse respeito, parece sintomático que a vinda do governador tenha sido divulgada com tão pouca antecedência, e tenha se dado de forma tão discreta.

Teatralizações à parte, comportamentos recentes nas três esferas de governo dão a entender que todo político tem alguma noção a respeito da própria popularidade...

Publicidade
TAGS:

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.