Efeito dominó

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

sexta-feira, 20 de março de 2020

Para pensar:
“Deixemos, porém, o pessimismo para dias melhores.
É hora de fazer autocrítica na prática e organizar a esperança.”
(Frei Beto)

Para refletir:
“É preciso ser solidário com quem a gente não conhece e talvez jamais conhecerá.” (Dersu Uzala)

Efeito dominó

A História nos mostra que crises de grande desenvoltura, como a que vem sendo protagonizada pelo novo coronavírus, nunca ficam restritas à área na qual se originam.

É evidente, a essa altura, que o que começou na Saúde terá impactos profundos e possivelmente duradouros sobre a economia global, e essa combinação inevitavelmente também vai repercutir no cenário político internacional.

A despeito das fragmentações de natureza didática, tudo está interligado.

Esperança

Ainda a esse respeito, por mais cedo que seja para se fazer qualquer previsão, a primeira impressão é a de que a crise poderá gerar reações distintas entre radicais e moderados.

Enquanto o segundo grupo deve continuar aprofundando a polarização através da atribuição de culpa sempre ao lado oposto, o primeiro - que há um bom tempo perdeu a iniciativa dos debates e se viu tragado pela necessidade quase impositiva de escolher um dos lados num espectro cada vez mais maniqueísta - parece decidido a aproveitar o momento para reviver a solidariedade, a consciência coletiva, o apoio mútuo.

É, enfim, uma esperança.

Divisão e união

As manifestações nas noites de quarta-feira, 18, e ontem, 19, parecem respaldar essa interpretação.

Enquanto no dia 18 tivemos pelo Brasil dois panelaços antagônicos e concorrentes no intervalo de 30 minutos, no dia 19 a mobilização foi em torno de um aplauso coletivo aos profissionais da Saúde que uniu simpatizantes de variadas correntes políticas.

Já fazia tempo que uma zona de interseção não era aproveitada para um ato conjunto e colaborativo como este, não?

Vai que...

Quem sabe numa dessas a gente acaba se lembrando de como era bom discordar amistosamente, de forma respeitosa, com base em argumentos e abertos a mudanças de opinião…

Autismo

Enquanto se espera que o plenário aprecie as contas de 2018 de nossa prefeitura, a Câmara tem tomado algumas iniciativas que merecem registro.

Na sessão da última terça-feira, 17, por exemplo, o plenário aprovou em votação única e por unanimidade projeto apresentado pelo vereador Isaque Demani que torna obrigatório que todas as placas de atendimento preferencial prioritário em Nova Friburgo passem a  incluir o símbolo mundial do transtorno do espectro autista, no prazo de 120 dias.

Nome

O plenário também concordou por unanimidade que legislação receberá o nome de Lei Luiz Miguel Demani, filho autista do vereador Isaque.

A lei segue agora para apreciação do prefeito Renato Bravo, podendo também ser regulamentada pelo Executivo municipal.

Concessionárias (1)

Atendendo a solicitação de todos os companheiros de plenário, o vereador Zezinho do Caminhão, presidente da Comissão de Acompanhamento e Fiscalização dos Serviços Públicos e Concedidos e Apoio aos Usuários, encaminhou ofícios tanto à Águas de Nova Friburgo quanto à Energisa, solicitando que as duas concessionárias tenham compreensão e tolerância para com os consumidores usuários que, em decorrência dos efeitos econômicos da crise provocada pelo coronavírus, eventualmente não se encontrem em condições de efetuar seus pagamentos nas datas previstas.

Concessionárias (2)

Em essência, os ofícios pedem que sejam adotados prazos maiores para pagamento das contas em atraso, e também que não sejam efetuados cortes no fornecimento de água e energia elétrica durante este período de emergência.

Transporte coletivo

Já em relação ao transporte coletivo, a notícia importante vem do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ), que em sessão plenária realizada nesta quarta-feira, 18, liberou o edital de concorrência para a execução de transporte coletivo de passageiros por ônibus de Nova Friburgo.

Organizada em dois lotes de atuação pelo prazo de dez anos, a licitação tem valor global estimado de R$ 5.621.252,52.

Esta foi a quarta submissão do tema à Corte de Contas.

Antes tarde

O voto do conselheiro substituto Marcelo Verdini Maia foi aprovado por unanimidade, e destacou que a Prefeitura de Nova Friburgo adotou as 20 medidas determinadas na última sessão plenária.

"O jurisdicionado cumpriu integralmente os itens da comunicação anterior, uma vez que apresentou os documentos e esclarecimentos solicitados, assim como procedeu aos ajustes determinados no edital", relatou.

Alerta

O voto também destaca que o jurisdicionado deverá "permanecer vigilante para que o procedimento licitatório transcorra de forma lícita, proba e transparente".

O documento, inclusive, orienta a Prefeitura de Nova Friburgo a republicar o aviso da licitação e alerta que outras questões com relação à legalidade, à economicidade e à legitimidade poderão ser objeto de futuras ações fiscalizatórias a serem feitas pelo TCE-RJ.

Publicidade
TAGS:

Massimo

Massimo

Coluna diária sobre os bastidores da política e acontecimentos diversos na cidade.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.