A Voz dos Bairros: as reivindicações dos moradores do Cascatinha aos candidatos

Entrevistas semanais estão sendo veiculadas no site de A VOZ DA SERRA
sexta-feira, 23 de outubro de 2020
por Jornal A Voz da Serra

Neste período de campanha eleitoral, A VOZ DA SERRA reedita a seção “A Voz dos Bairros”, que por décadas mostrou em páginas do jornal os problemas e reivindicações das inúmeras localidades friburguenses. A seção tem agora uma nova abordagem, voltada exclusivamente para as eleições municipais. Semanalmente, nossas equipes têm percorrido bairros e distritos mais populosos de Nova Friburgo para saber dos moradores e comerciantes o que eles esperam dos novos gestores que serão escolhidos nas urnas em 15 de novembro. As entrevistas são gravadas em vídeo e veiculadas em nosso site www.avozdaserra.com.br sempre nos fins de semana.

A quarta localidade friburguense visitada foi o bairro Cascatinha, conhecido por muitos turistas pela tranquilidade e natureza exuberante, como o Parque Municipal Juarez Frotté. Um dos destaques turísticos do bairro, o parque possui aproximadamente cinco hectares de área (50 mil metros quadrados), e no verão suas cachoeiras costuma receber um grande número de pessoas. Entretanto, a infraestrutura do complexo é considerada insuficiente para atender à demanda, e os frequentadores reclamam da má conservação dos banheiros e da falta de limpeza. 

O bairro conta com mirantes, trilhas, cachoeiras e tem sua fauna e flora bem preservada. É um convite à contemplação e a passeios em meio a belíssimas paisagens. A expansão de Cascatinha e arredores trouxe, dentre outras consequências, o aumento na circulação de veículos, e algumas ruas estreitas, por exemplo, representam um perigo constante. 

Entre os entrevistados, percebe-se que as maiores preocupações dos moradores são: iluminação precária; falta de ônibus em alguns pontos; manutenção dos espaços públicos, em especial a pracinha Protházio Corrêa, no centro do bairro; falta de um posto de saúde; entre outros. 

“Ultimamente está horrível o nosso bairro. Precisamos da ajuda desses novos candidatos que serão eleitos, pois os antigos até agora não fizeram nada e nós não temos mais esperança neles. Que esses novos que vão entrar na prefeitura e na Câmara de Vereadores, olhem para o nosso bairro, que é turístico, e nós que possuímos comércios aqui, dependemos disso. Nossa pracinha está largada. É um espaço onde as crianças gostam de brincar. Pagamos nossos impostos e queremos retorno”, diz o comerciante José Geraldo, morador do bairro há 45 anos. 

“Nosso bairro está largado. É uma região turística e todas as ruas estão cheias de mato e com buracos. Um dos pontos turísticos da cidade, que é o Pico do Caledônia e as cachoeiras, estão todos abandonados e cheios de lixo. Tomara que nesse próximo mandato os novos prefeito e vereadores olhem para isso e tenham mais respeito com a gente. Nós pagamos nossos impostos em dia e a iluminação aqui está toda ‘largada’. Que eles possam olhar com mais carinho para a população. Nós, comerciantes, dependemos dos turistas, que trazem mais verbas para a cidade”, relata o empresário Gustavo Costa (foto), morador do bairro há 31 anos. 

“Eu queria que os eleitos coloquem mais ônibus aqui, pois já fizemos dois abaixo-assinados e até agora, nada. Há 38 anos que moro aqui e não tem ônibus, quando chove é horrível. A iluminação pública também está péssima, a rua fica uma escuridão terrível. E o pior é que pagamos R$ 16 todo mês de taxa de iluminação pública. Eu sou idosa e tenho até medo de sair de casa à noite, temo cair na rua, tropeçar nessas calçadas todas quebradas”, comenta a moradora Dinalva Debossan (foto). 

 

LEIA MAIS

Pagamentos serão realizados diretamente no site da Justiça Eleitoral e podem ser feitos também com cartão de crédito

Eleição suplementar foi realizada neste domingo porque vencedor do ano passado foi condenado por improbidade administrativa

Pré-candidato ao governo do estado, deputado federal afirmou que parceria entre setor produtivo e universidades é viável

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: eleições