Quarto adiamento: hospital de campanha só deve abrir em 7 de junho

OS Iabas segue à frente das unidades no estado e apresenta calendário de inauguração
quinta-feira, 21 de maio de 2020
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
O hospital de campanha em montagem em Conselheiro (Arquivo AVS)
O hospital de campanha em montagem em Conselheiro (Arquivo AVS)

Pela quarta vez, a inauguração do hospital de campanha de Nova Friburgo foi adiada, a segunda vez em três dias. De acordo com a OS responsável pelas obras, a unidade tem previsão para ser inaugurada no dia 7 de junho, daqui a 17 dias. A Justiça deu até 20 dias para que todos os sete hospitais de campanha do Rio de Janeiro estejam funcionando com capacidade total.

A Organização Social (OS) Iabas, responsável pela instalação e gestão dos hospitais de campanha do Estado do Rio de Janeiro, inclusive o previsto para ser implantado em Nova Friburgo, admitiu na última quarta-feira a possibilidade de passar a empreitada para outra OS. Membros do conselho do Iabas se reuniram na segunda-feira, 25, em São Paulo, para discutir o assunto.  Há algumas semanas, o ex-subsecretário de Saúde do governo Wilson Witzel, Gabriel dos Santos, preso na semana passada, é acusado de assinar contratos suspeitos, e sem licitação, durante o esforço de combate à Covid-19, entre eles a construção de hospitais de campanha pelo Iabas — neste caso, contratos de R$ 836 milhões. Mas apesar da polêmica, a princípio, a OS segue a frente das unidades.

Dos 1,3 mil leitos que eram previstos para o tratamento da Covid-19 no estado, apenas 200 estavam abertos até o começo da manhã desta quinta-feira, 21. Apenas a unidade no estádio do Maracanã foi aberta – ainda assim, não opera completamente. O atraso na abertura dos outros seis hospitais de campanha completa mais de 21 dias, já que o prazo inicial para o começo das atividades era até o final de maio.

Na última segunda-feira, o Ministério Público deu um prazo de até 48h para que a Iabas apresentasse uma lista de pendências que faltavam para a inauguração. Segundo a assessoria da Iabas informou na manhã desta quinta-feira, o novo calendário para o início das atividades já está definido.

Pela ordem cronológica, Nova Friburgo será a quarta unidade – entre sete – a inaugurar (7 de junho). A primeira será em São Gonçalo (27 de maio), seguido por Nova Iguaçu (29 de maio), Duque de Caxias (1 de junho),Nova Friburgo (7 de junho), Campos dos Goytacazes (12 de junho) e Casemiro de Abreu (18 de junho).

Segundo informou a Secretaria estadual de Saúde, atualmente a lista de espera por vagas para tratamento da Covid-19 é de 212 pessoas para leitos de enfermaria e outras 257 que esperam por leitos de UTI no RJ.

LEIA MAIS

“Cenário é de cautela”, diz coordenador do InfoGripe da fundação

Profissionais da cultura poderão fazer pedido do auxílio em nova plataforma digital, a partir de segunda

Cidade está perto de superar os 3 mil casos totais desde o início da pandemia. Óbitos continuam em 120

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra