Prefeitura finaliza compra de três ambulâncias, nenhuma para Lumiar

Hospital Raul Sertã, Maternidade e UPA serão as unidades de saúde contempladas com a compra. Cada veículo vai custar R$ 340 mil
quarta-feira, 04 de março de 2020
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
(Foto: Henrique Pinheiro)
(Foto: Henrique Pinheiro)

Foi publicado no Diário Oficial de Nova Friburgo desta terça-feira, 3, em A VOZ DA SERRA, o resultado da licitação para a compra de três ambulâncias para atender as necessidades de três unidades de saúde: Hospital Municipal Raul Sertã, Hospital Maternidade Mário Dutra de Castro e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do distrito de Conselheiro Paulino. A empresa WWW da Serra Veículos foi a vencedora do certame pelo valor total de R$ 1.000.020, o correspondente a R$ 340 mil, cada ambulância.

Ainda de acordo com a publicação no Diário Oficial, as ambulâncias que serão adquiridas são todas zero quilômetro, do tipo furgão, adaptado para ambulância de suporte avançado – tipo D – que é destinada ao atendimento e transporte de pacientes com alto risco e deverão contar, no mínimo, com um motorista, um médico e um enfermeiro. A informação da compra das ambulâncias já havia sido noticiada em primeira mão por A VOZ DA SERRA no último dia 10 de janeiro.

A notícia agrada a parte dos friburguenses. Apesar de ser uma demanda recorrente das três unidades de saúde que serão beneficiadas pela compra dos veículos, moradores e frequentadores dos distritos de Lumiar e São Pedro da Serra reivindicam há muito tempo o destacamento de uma ambulância semelhante para auxiliar no socorro de vítimas nas localidades.

Cabe ressaltar que os distritos de Lumiar e São Pedro da Serra ficam distantes cerca de 35 quilômetros do centro de Nova Friburgo e o tempo de deslocamento gira entre  45 minutos a uma hora e meia se levarmos em consideração o tempo de ida e volta da equipe de socorro, o que pode custar a vida de quem necessita de atendimento urgente.

A VOZ DA SERRA já havia abordado o assunto no último dia 2 de janeiro. Na ocasião, a Associação de Moradores de Lumiar (Ama Lumiar) reiterou que é de vital importância um socorro de plantão em dias de alta temporada, visto que os distritos recebem inúmeros visitantes, sobretudo nos fins de semana.

“Todo verão passamos pela mesma aflição e a prefeitura não consegue colocar uma ambulância para fazer os atendimentos prioritários. Já pedimos que o posto de saúde de Lumiar – que é uma unidade básica – seja transformado em uma unidade de atendimento 24 horas, mas a Secretaria Municipal de Saúde informou que não pode atender essa demanda. A rodovia RJ-142 (Nova Friburgo-Casimiro de Abreu), que corta o distrito de Lumiar, está muito precária e nenhuma manutenção dá conta de acabar com os buracos.

Em qualquer emergência, o transporte fica prejudicado, atrasando a chegada para atendimento no hospital, principalmente se for feito num veículo particular”, reclamou Silvia Faltz, presidente da associação de moradores, em entrevista ao jornal no dia 2 de janeiro. Passados dois meses, as reivindicações continuam as mesmas.

Cabe ressaltar que o distrito de São Pedro da Serra possui uma ambulância 24 horas para atender e amparar a população, tanto de São Pedro da Serra, quanto das localidades próximas, como Lumiar. No entanto, para Sílvia Faltz, o veículo disponibilizado para atender as localidades não teria a mesma qualidade das ambulâncias que estão sendo adquiridas pelo município: “A que temos em São Pedro da Serra é uma ambulância comum, de pouca estrutura e que, no mínimo, deveria estar em Lumiar. A cada dez atendimentos, sete são para o 5º distrito”, pontuou a presidente da Ama Lumiar.

Demanda virou até marchinha de carnaval

Moradores dos distritos de São Pedro de Serra e de Lumiar não perderam a oportunidade de ‘cutucar’ o prefeito Renato Bravo no recém-terminado carnaval. Eles criaram o Bloco da Ambulância e, fantasiados de médicos, enfermeiros e pacientes, saíram pelas ruas dos distritos cantando a marchinha “Cadê nossa ambulância?”, de autoria de Rômulo Ferreira em parceria com amigos. 

Com bom humor e irreverência, os foliões juntaram diversão, crítica e protesto para expor uma preocupação de toda a comunidade, que é a falta de ambulância e profissionais da saúde nos dois distritos. O vídeo, cujo refrão diz: “Mas que maldade, que ignorância / Renato Bravo cadê nossa ambulância?”, teve grande número de visualizações nas redes sociais. 

O que diz a prefeitura

Procurada por A VOZ DA SERRA para responder quando as três ambulâncias seriam entregues pela empresa vencedora da licitação; quando elas estariam aptas para atendimento nas unidades de saúde que serão contempladas; e se havia a previsão de compra de uma ambulância semelhante para atender aos distritos de Lumiar e São Pedro da Serra, a Prefeitura de Nova Friburgo se limitou a dizer, em nota, apenas que “o processo está em fase de tramitação e não tem relação direta com Lumiar e São Pedro da Serra”.

Unidade do Corpo de Bombeiros

Enquanto os moradores do distrito de Lumiar e São Pedro da Serra estão perdendo a esperança de terem a antiga demanda por uma ambulância atendida pela prefeitura, a solução pode vir através do Corpo de Bombeiros, segundo informou o comandante do 6º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) de Nova Friburgo, tenente-coronel Thiago Nunes Alecrim, em entrevista concedida ao jornal em 10 de janeiro.

“Tivemos uma reunião com os integrantes da Associação de Moradores de Lumiar e buscamos terrenos para uma unidade no local, o que vai reduzir o tempo de resposta em ocorrências que estejam direcionadas para aquela área. Temos um projeto em curso, já com uma área definida, para que possamos em curto ou médio prazo instalar uma unidade naquela região”, afirmou o comandante do 6º GBM.

 

LEIA MAIS

Rotary Club e Estácio promovem o evento “Ativismo no Outubro Rosa” no campus da universidade

De terça para quarta, no entanto, cidade registra mais 3 óbitos por Covid: total sobe para 860

Também será aplicada primeira dose maiores de 12 e haverá repescagem de segunda dose

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra