P2 prende três homens acusados de tráfico de drogas no Alto de Olaria

Na ação foram apreendidas drogas, armas, munições, carregadores e dinheiro do tráfico
segunda-feira, 08 de junho de 2020
por Jornal A Voz da Serra
O material apreendido (Foto: 11 BPM)
O material apreendido (Foto: 11 BPM)

Três homens foram presos acusados de tráfico de drogas na tarde de sábado, 6, nas ruas Candido Pardal e São Roque, ambas no Alto de Olaria. A ação foi conduzida por agente do serviço reservado da Polícia Militar, a P2, do 11º BPM, atendendo a uma denúncia anônima feita do Disque Denúncia de Nova Friburgo.

Segundo informações passadas pelo comando do 11º BPM, após abordagem a um dos suspeitos, ele confessou que estava de posse de aproximadamente 400 papelotes de cocaína, uma pistola 9mm, 19 munições e dois carregadores. Em seguida, os policiais militares se dirigiram a Rua São Roque, onde abordaram outros dois homens. Com eles foram apreendidos 24 papelotes de cocaína (totalizando 410 papelotes da droga), dois celulares, uma balança de precisão, uma pistola, dois carregadores e R$ 1.375 em dinheiro.

Os três acusados foram encaminhados pelos agentes da P2 à 151ª DP, onde foram autuados por tráfico de drogas e permanecem presos aguardando transferência para um presídio na capital. Todo o material encontrado na operação também ficou apreendido na delegacia. 

 

LEIA MAIS

Além da apreensão de cargas de entorpecentes, também foi preso um suspeito de tentar matar o próprio filho

Agentes do 11º BPM encontraram plantação e estufa com 60 pés, além de farta quantidade da erva seca, pronta para venda

Com o acusado, policiais do 11º BPM encontraram quase um quilo de cocaína

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: tráfico