Ocupa Usina tem oficina de audiovisual neste fim de semana

Também haverá exibição de filme seguida de debate com atriz
sexta-feira, 05 de agosto de 2022
por Jornal A Voz da Serra
Ocupa Usina tem oficina de audiovisual neste fim de semana

O projeto Ocupa Usina, que proporciona até o fim do ano uma série de atrações culturais na Usina Cultural Energisa, na Praça Getúlio Vargas, 55, terá mais atrações neste fim de semana. Uma delas é a oficina de audiovisual com o produtor Carlos Eduardo Valinoti, que é graduado em cinema pela PUC-Rio e com formação executiva no Reino Unido. A oficina será realizada neste sábado, 6, e domingo, 7, das 13h às 18h.   

Com experiência em documentários, curtas e longa-metragens, já passou por importantes produtoras no Rio, tendo produzido para as emissoras Canal Brasil, TV Bandeirantes, OFF, Multishow e ESPN. No mercado publicitário produziu para Google, Nike, Corona, Coca-Cola, NBA, Heineken e Yahoo UK. Foi também produtor executivo de filmes premiados como “Favela Gay”, de Rodrigo Felha e “Fala Comigo”, de Felipe Sholl, ambos Prêmios de Melhor Filme no Festival do Rio. Suas últimas produções foram “Sem Seu Sangue”, de Alice Furtado (Quinzena dos Realizadores – Festival de Cannes 2019) e as produções ainda inéditas “Los Abismos”, de Agustina San Martin e a série ”Gilda”, de Gustavo Pizzi.

Neste sábado, 6, o Ocupa Usina contará também com a exibição do filme “Os Últimos Dias de Gilda”, de Gustavo Pizzi, às 18h30, seguida de debate com Karine Teles (atriz dos filmes “Que horas ela volta?”, “Bacurau”, “Benzinho” e que fez Medeleine em Pantanal), e Cadu Valinoti (produtor associado e executivo). Karine estará presente por videochamada.

O projeto Ocupa Usina é realizado pela Clovis Produtora, com patrocínio da Energisa @energisa, do Governo do Estado do RJ e da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do RJ @sececrj, via Lei de Incentivo à Cultura, e com o apoio da Fundação Ormeo Junqueira Botelho @fundacaoormeo.fojb.

 

LEIA MAIS

Bernardo Dugin concorre a melhor ator por sua atuação no filme “Baile de Máscaras”

Exibições terão sempre temáticas voltadas à importância do cuidado com a saúde mental

Salas de exibição terão a capacidade de ocupação reduzida pela metade

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Cinema