Maternidade de Friburgo vai receber recursos do Programa Laços

Estado prevê a liberação de R$ 150 milhões anuais às unidades fluminenses
terça-feira, 20 de julho de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Maternidade de Friburgo vai receber recursos do Programa Laços

Referência para partos de alto risco, o Hospital Maternidade Dr. Mário Dutra de Castro, aderiu ao programa “Laços - Maternidade Segura”, para garantir a qualidade do atendimento às pacientes. Lançado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro na semana passada, a iniciativa prevê o repasse de mais de R$ 150 milhões anuais para custeio e investimento nas unidades cadastradas. Dos 70 municípios que têm maternidade municipal, 53 já aderiram ao programa, um deles é Nova Friburgo.  

Em nota, a Prefeitura de Nova Friburgo informou que “com esse investimento, o serviço já prestado será aperfeiçoado, oferecendo maior qualidade para as mulheres e também para os bebês.” Os valores referentes ao projeto serão retroativos ao mês de janeiro e o apoio financeiro garante a qualidade do atendimento durante o parto. O investimento vai permitir a abertura de novos leitos, e também a qualificação do serviço já existente, tanto para parto de risco habitual quanto para os de alto risco. Além disso, serão oferecidos às mulheres kits com mochila, roupas, mantas e toalhas para o bebê, além de camisa para amamentação e um sling, um tecido utilizado para carregar bebês junto ao corpo de um adulto, e óleos para massagem e hidratação.

Na nota enviada, a prefeitura informou que “o Hospital Maternidade Mário Dutra de Castro já participa da Rede Cegonha e, agora, com o projeto "Laços - Maternidade Segura", continuará aprimorando o serviço às gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), já que Nova Friburgo é referência para partos de alto risco.”

O secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, ressaltou a importância de ações que tratem das gestantes e puérperas. “Queremos garantir a qualidade do atendimento no principal momento da mulher, que é o nascimento do seu filho. Esse apoio financeiro é importante não só para abertura de novos leitos, mas também para a qualificação do serviço já existente, o que fará toda a diferença”, afirmou.

Entre os indicativos de qualidade exigidos pelo programa, estão o aumento do percentual de partos normais, garantia de que o recém-nascido exposto ao vírus HIV faça exame de carga viral, aplicação da vacina BCG na maternidade, garantia à gestante de um ou uma acompanhante de livre escolha durante toda a internação e o registro civil do bebê realizado antes da alta hospitalar.

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: