Feriadão ensolarado com praias só parcialmente liberadas

Confira as restrições nas diversas cidades que costumam ser destino dos friburguenses que pretendem viajar neste fim de semana prolongado
sexta-feira, 04 de setembro de 2020
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
A travessia pelo desvio da Serramar (Foto: Ernesto Gallioto)
A travessia pelo desvio da Serramar (Foto: Ernesto Gallioto)

O sol e o calor que tem feito nos últimos dias, somado ao fim de semana prolongado que está chegando devido ao feriado do  Dia da Independência nesta segunda-feira, 7, são os ingredientes perfeitos para muitos friburguenses que desejam viajar, sobretudo para a Região dos Lagos ou para a capital do estado, para relaxar e curtir uma praia. Afinal de contas, muita gente está há meses sem ver o mar por causa das medidas de restrição impostas para o enfrentamento à pandemia de Covid-19.

Sabemos que Nova Friburgo encontra-se atualmente em bandeira amarela (pelo menos até o domingo, 6, já que nesta sexta-feira, 4, será anunciada a bandeira que passará a valer a partir de segunda-feira, 7). Esse estágio da retomada gradual e segura das atividades permite o funcionamento de praticamente todos os setores, com algumas exceções, como cinemas, teatros, shows, casas de festas, esportes coletivos, piscinas e saunas, entre outros.

Mas e nas cidades que costumam ser destino dos friburguenses, como está o enfrentamento à pandemia? Será que este é o momento ideal para curtir uma praia? Estão com o acesso liberado? Pensando nisso, A VOZ DA SERRA traz abaixo um pequeno resumo do que pode e o que não pode em Rio das Ostras, Cabo Frio, Búzios, Arraial do Cabo, Rio de Janeiro e Niterói.

Para quem não vai viajar e prefere curtir Nova Friburgo, A VOZ DA SERRA traz na edição deste fim de semana uma reportagem informando quais as  atividades que estão proibidas ou liberadas na cidade durante a retomada gradual e segura dos setores.  Quem vai para a Região dos Lagos deve ter cautela redobrada na Serramar, na altura de Cascata, onde o tráfego continua sendo feito por um desvio desde o início do ano, devido ao deslizamento de uma encosta no local.

 

Rio das Ostras – Segundo o Governo do Estado, a cidade registra 1.725 casos confirmados de coronavírus e 70 óbitos. Apesar de já ter iniciado a retomada das atividades econômicas, o funcionamento dos estabelecimentos depende da bandeira que está em vigor. Bares e quiosques estão com funcionamento restrito, das 9h às 20h, apenas para delivery e retirada, sendo vedado a permanência de clientes. Hotéis, motéis, hostels e pousadas podem funcionar apenas para atendimento a hóspedes em viagem de trabalho limitada à capacidade máxima de 40% das vagas disponíveis. Por fim, praias, lagoas, praças e parques estão com o acesso proibido, exceto para a realização de atividades esportivas individuais sem a utilização de equipamentos compartilhados.

 

Cabo Frio – Segundo o Governo do Estado, a cidade registra 2.078 casos confirmados de coronavírus e 123 óbitos. Atualmente em zona laranja nas normas e procedimentos para a retomada das atividades, estão mantidas as barreiras sanitárias nas vias e rodovias de acesso. Equipamentos turísticos, inclusive as praias, parques e lagoas, permanecem com o acesso proibido, bem como a permanência de pessoas nas praias e o uso de cadeiras, guarda-sol, isopor, cooler e similares. Por outro lado, está autorizada a prática de esportes individuais ao ar livre e a prática de atividades náuticas como surfe, body board e canoagem (individual e em equipe). Mesmo assim, donos de quiosques e ambulantes também foram autorizados a funcionar, excepcionalmente, neste feriado.

 

Búzios – A cidade registra 402 casos confirmados de coronavírus e 13 óbitos. As praias estão com o acesso de banhistas proibido. Apenas as praias de João Fernandes, Tucuns, Ferradura, Brava, Canto, Geribá e Manguinhos estão liberadas para a prática de esportes individuais, como corrida, caminhada, stand-up, surf, natação, vela, canoagem e mergulho submarino. Além disso, Búzios tem barreiras sanitárias, fiscalização nas praias, emissão de QR Codes para o acesso de visitantes na cidade e lockdown durante a madrugada.

 

Arraial do Cabo – Devido a 166 casos confirmados de coronavírus e seis óbitos, a prefeitura da cidade iniciou no último dia 1º uma nova etapa da flexibilização das atividades dentro da fase de bandeira amarela, liberando a volta parcial do turismo náutico (passeio náutico, mergulho, pesca esportiva), passeios de quadriciclo e buggy turismo, respeitando o limite de até 50% da capacidade máxima de passageiros, para moradores e turistas. O acesso por meio de trilhas turísticas às Prainhas do Pontal do Atalaia e à Praia do Forno permanece proibido. Estão liberadas, desde que atendendo as recomendações sanitárias: Praia Grande (centro e Distritos), Prainha, Praia do Pontal e Praia dos Anjos. Permanecem em vigor as barreiras sanitárias. Só é permitida a entrada de moradores, proprietários de imóveis, prestadores de serviços e turistas com a comprovação de reservas em meios de hospedagem. As modalidades de turismo city tour, excursões e day use seguem suspensas, assim como a entrada de ônibus, vans e similares, e eventos em espaços públicos.

 

Rio de Janeiro – Segundo o Governo do Estado, a capital fluminense registra 91.888 casos confirmados de coronavírus e 9.778 óbitos. A Prefeitura do Rio autorizou recentemente a reabertura de museus, galerias de arte, parques de diversão, bibliotecas e centros culturais. Também estão autorizados a voltar a funcionar casas de festas infantis e espaços de recreação para crianças em shoppings. Em relação às praias, continuam permitidos apenas o banho de mar e os esportes aquáticos, assim como, durante a semana, os esportes de quadra. Ficar na areia está proibido.

 

Niterói – A cidade registra 11.302 casos confirmados de coronavírus e 371 óbitos. Orla marítima (calçadão da praia, areia e mar): permitido para atividades físicas individuais, circulação com horário restrito das 6h às 10h e das 16h às 22h, diariamente. Fica estabelecido horário exclusivo de circulação para idosos acima de 60 anos das 9h às 10h. As regras de prevenção no combate à Covid-19 continuam, com agentes da prefeitura atuando em todas as regiões. Entre as medidas está a fiscalização de ônibus, vans e pedestres. 

 

LEIA MAIS

RJ-116 é interditada próximo ao pedágio de Furnas. Rota 116 pede que motoristas aguardem em local seguro para seguir viagem

Nesse mesmo período, nove profissionais de saúde também contraíram a doença, segundo boletim oficial

Benefício com recursos da Lei Aldir Blanc é destinado a profissionais do setor afetados pela pandemia

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra