Empresa do Rio vence licitação para retomada da obra do Hospital do Câncer

Resultado saiu no Diário Oficial do Estado no último dia 18, com convocação para assinatura do contrato
terça-feira, 24 de maio de 2022
por Christiane Coelho, especial para A VOZ DA SERRA
As obras abandonadas do Hospital do Câncer (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
As obras abandonadas do Hospital do Câncer (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

Mais uma etapa para a tão esperada retomada da obra de construção do Hospital de Oncologia Francisco Faria, em Nova Friburgo, foi ultrapassada. Foi anunciada a empresa vencedora da licitação para o serviço: a MPE Engenharia e Serviços S/A, com sede no Rio de Janeiro. Agora, aguarda-se a assinatura do contrato para o início do trabalho no antigo Centro Adventista de Vida Saudável (Cavs), no bairro Ponte da Saudade, onde funcionará o Hospital do Câncer de Nova Friburgo.

O valor estimado para a execução da obra foi de R$ 51.662.699,12. A licitação, que aconteceu no último dia 2, previa o valor estimado de R$ 51 milhões para a execução da obra no terreno de aproximadamente 82.300 metros quadrados. O prazo para a entrega da obra pela empresa vencedora da licitação é de um ano, após a assinatura do contrato.

De acordo com informações de seu site, a MPE Engenharia e Serviços S/A, tem três décadas de experiência no mercado e sede no bairro Maracanã, na Zona Norte da capital fluminense e está presente em outras 13 capitais. O site ainda informa que a empresa tem expertise em projetos de diversas áreas, como engenharia de tráfego, nuclear, aeroportuária, energia, portos, predial, industrial, de atendimento ao cidadão e hospitalar/ farmacêutica. O site ainda informa que o corpo técnico da MPE Engenharia é composto por mais de 350 engenheiros e técnicos, além de 150 pessoas com formação superior e especialização em diversas áreas.

“No segmento hospitalar-farmacêutico atuamos com projetos de infraestrutura que engloba aspectos de elétrica, gases, climatização, dados e outros que seguem as diretrizes da Anvisa e as normas de engenharia para o setor vigente. Todos os projetos são desenhados por uma equipe de engenheiros especialistas que utilizam tecnologia de ponta e equipamentos de última geração para executar os projetos mais desafiadores”, detalha o site. 

Projeto do Hospital

O projeto do Hospital de Oncologia Francisco Faria foi preparado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro. O empreendimento terá perfil assistencial de atendimento a pacientes oncológicos adultos. Contará com emergência regulada, realizando atendimento imediato, procedimentos cirúrgicos, internação clínica e cirúrgica, terapia intensiva, diagnóstico e terapia e reabilitação. 

Além da internação e centro cirúrgico, o hospital terá oncologia clínica, com central de quimioterapia, consultas ambulatoriais, laboratório de análises clínicas, acesso a serviço de anatomia patológica e centro de imagem, para o diagnóstico diferencial e definitivo, estadiamento e acompanhamento dos pacientes neles respectivamente cadastrados

O Hospital do Câncer de Nova Friburgo contará com dois blocos: A e B. Além de blocos de serviços, utilidades e estacionamento. O bloco A terá três pavimentos. Nele serão centralizadas as áreas de internação: Cirurgia Oncológica, Oncologia Clínica, Medidas de Suporte e Cuidados Paliativos. Nessa unidade também estará o salão de quimioterapia, com 16 leitos, sendo três leitos para quimioterapia longa. Também abrigará os quartos de internação: 17 quartos, com dois leitos cada, três enfermarias com quatro leitos e dois quartos de isolamento clínico, totalizando 48 leitos. 

 

LEIA MAIS

Com receita líquida de R$ 93,36 bi, orçamento deve ficar sem déficit para o próximo ano

Primeiro suplente pelo PSC de Cláudio Castro, ele passa a ocupar vaga aberta pelo deputado Márcio Pacheco, eleito novo conselheiro do TCE

Prefeitura reconhece falha em legislação antiga, tem prazo para se adaptar negado e promete recorrer

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Governo | obra | saúde