Em visita a Friburgo, Freixo defende investimento em tecnologia

Pré-candidato ao governo do estado, deputado federal afirmou que parceria entre setor produtivo e universidades é viável
sexta-feira, 10 de setembro de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Freixo no Instituto Politécnico da Uerj: visita a Friburgo continua neste sábado (Divulgação)
Freixo no Instituto Politécnico da Uerj: visita a Friburgo continua neste sábado (Divulgação)

O deputado federal Marcelo Freixo (PSB) esteve em Nova Friburgo nesta sexta-feira, 10, para discutir projetos de desenvolvimento regional com o objetivo de fortalecer a economia, gerando emprego e renda. Pré-candidato ao governo do Estado do Rio, Freixo iniciou uma série de encontros com empresários, pesquisadores e lideranças políticas e comunitárias e produtores culturais. A visita continua neste sábado, 11, na  quadra da Imperatriz de Olaria. Às 10h, ele se encontrará com produtores culturais ligados ao carnaval e as escolas de samba, para falar sobre o papel dos investimentos na cultura como motor de desenvolvimento do Rio de Janeiro. 

“O governo pode reconstruir a economia fluminense a partir de investimentos pesados nos municípios. Nova Friburgo é uma ótima referência para isso, pois é um dos municípios mais industrializados do Rio, com agricultura forte, universidades e centros de pesquisa em tecnologia. Temos que unir esses setores, apostando em tecnologia e inovação, para aumentar a produtividade, gerar mais riqueza e desenvolver toda a região”, afirmou o deputado. 

Freixo esteve no Instituto Politécnico da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), onde se encontrou com o diretor e a coordenadora do instituto, Angelo Mondaini e Ana Moreira; o pesquisador da Universidade Federal Fluminense (UFF) e do Instituto de Saúde Nova Friburgo, Helvécio Povoa, e o diretor do Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet), André Queiroz. 

Na reunião, o parlamentar defendeu a parceria entre governo, universidade e setor produtivo para tornar ainda mais eficiente a indústria têxtil friburguense e o setor de produção metal-mecânica, que emprega milhares de trabalhadores, mas sofre com a falta de apoio do governo e a concorrência de Minas Gerais e São Paulo. 

Segundo o deputado, além do investimento em tecnologia e inovação, é necessário que o governo viabilize que as empresas tenham mais acesso a crédito e também dê suporte na capacitação dos trabalhadores do setor. “As empresas sofreram muito com a crise e estão no limite de sua capacidade financeira. O governo não pode simplesmente virar as costas para esse setor, que garante o sustento de milhares de famílias de trabalhadores. É preciso criar linhas de crédito para que os empresários possam produzir e investir, gerando mais emprego e mais renda para a cidade”, explicou. Freixo também se reuniu com representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e da Associação Comercial Industrial e Agrícola de Nova Friburgo (Acianf) para tratar desses assuntos. 

Potencial agrícola 

O deputado também falou sobre o potencial que a agricultura de Nova Friburgo tem para crescer. Ele comentou que a cidade é a grande produtora de frutas, legumes e flores do estado, mas ainda enfrenta dificuldades no escoamento das mercadorias. Ele defendeu o asfaltamento das estradas vicinais que estão diretamente ligadas ao transporte da produção. “Isso vai fazer com que os produtos cheguem mais rápido nas feiras e mercados e vai reduzir os custos com transporte. O mais difícil os agricultores já fazem, que é produzir, agora cabe ao governo ser parceiro para facilitar o escoamento”, argumentou. O deputado também defendeu que o governo passe a comprar diretamente a produção dos agricultores familiares para que as frutas e legumes sejam usados na merenda de toda a rede estadual de escolas e nos restaurantes populares. 

Saúde pública

Freixo conversou com moradores sobre a sobrecarga no sistema de saúde, que atende a demanda de 12 municípios vizinhos. Segundo o deputado, o Hospital Municipal Raul Sertã está no limite e o governo precisa ser um parceiro da prefeitura para desafogar a rede municipal. Segundo o parlamentar, o Estado tem que investir imediatamente não só na saúde de Friburgo, mas na ampliação da rede nas cidades do entorno para aumentar a oferta de atendimento e fazer com que as pessoas não precisem procurar o Raul Sertã para terem atendimento médico. “Outro problema grave é o Hospital do Câncer. É inaceitável que quase dez anos depois a obra não esteja pronta”, enfatizou. 

 

 

LEIA MAIS

Pagamentos serão realizados diretamente no site da Justiça Eleitoral e podem ser feitos também com cartão de crédito

Eleição suplementar foi realizada neste domingo porque vencedor do ano passado foi condenado por improbidade administrativa

Decisão tem o objetivo de “evitar a disseminação do vírus”, como esclareceu o presidente do TRE, desembargador Cláudio dell´Orto

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: eleições