É fake bloqueio de estradas por decreto. Saiba o que está valendo

Informação foi passada adiante por integrantes do alto escalão da prefeitura
segunda-feira, 23 de março de 2020
por Jornal A Voz da Serra
A informação correta, segundo a prefeitura
A informação correta, segundo a prefeitura

É fake a informação, passada adiante por integrantes do alto escalão da prefeitura, de que o prefeito Renato Bravo teria decretado controle de acesso rigoroso nas entradas de Nova Friburgo, já a partir desta segunda-feira, 23. De acordo com a falsa notícia, que trazia a logomarca da prefeitura, só seria dada permissão para agentes de saúde, de segurança, das concessionárias de serviços como água, energia e rodovias e de logística (caminhões).

A informação supostamente oficial avisava ainda que hotéis não poderiam mais realizar qualquer tipo de check-in e que, no comércio, estaria permitido o funcionamento apenas de supermercados, farmácias, postos de combustíveis e distribuidoras de gás - o que é parcialmente verdade.  Além de bares e restaurantes, o segmento pet também só poderia operar por delivery, acrescentava a falsa nota, repassando outro equívoco.

Na tarde desta segunda-feira, a Secretaria de Comunicação da prefeitura esclareceu que vale o escrito no decreto 516: funcionarão normalmente farmácias, supermercados e mercados, feiras, açougues, peixarias, hortifrutis, lojas do segmento pet, distribuidoras de gás e de água, padarias, postos de combustíveis e indústrias de alimentos. Lojas de provedores de internet e TV a cabo não terão atendimento presencial, mas estarão oferecendo assistência técnica. Lojas do comércio em geral, confecções e indústrias paralisam suas atividades até pelo menos o dia 6 de abril.

Fake news

Em meio aos tempos difíceis que o mundo atravessa por conta da pandemia de coronavírus, o jornal A VOZ DA SERRA reforça o seu compromisso com a notícia de qualidade e verídica. Nossos jornalistas, todos eles com formação acadêmica e especializada na área de comunicação social, trabalham sempre alertas para que a informação levada a público respeite a ética, a moral, e preze pela segurança pública e confiabilidade.

Diariamente temos contato com informações falsas que circulam em redes sociais e, como se viu nesta segunda-feira, oriundas do próprio poder público.

A difusão de informações falsas é crime e nos tempos atuais se torna altamente irresponsável, com impacto direto na vida dos cidadãos.

LEIA MAIS

Caso aconteceu em uma das unidades mais conceituadas da rede particular de saúde, revela Massimo

Setores administrativos estão autorizados a abrir a partir desta quinta para organizar reabertura parcial; comércio ainda em estudo

Há ainda 44 casos aguardando confirmação, assim como 3 óbitos. Município já tem, em média, um contaminado por km2

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra