Concurso de fotografia "Amigos dos animais" é prorrogado até quinta

Prêmios serão doações de rações para instituições que acolhem cães e gatos
sexta-feira, 09 de julho de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Concurso de fotografia "Amigos dos animais" é prorrogado até quinta

O 1º Concurso de Fotografia ‘Estado Amigo dos Animais’ – uma parceria entre a Secretaria estadual de Agricultura, o RioSolidario e a Associação Internacional Lions Clube Cidade Maravilhosa – foi prorrogado. Agora, os amantes de cães e gatos ganharam mais tempo para mostrar o melhor ângulo de seus bichinhos. O objetivo do concurso é conscientizar as pessoas sobre a importância da adoção de animais abandonados.

Para participar, é preciso seguir o Instagram @agriculturarj e @riosolidario e publicar uma foto com a hashtag #RJPET, marcando as páginas da Secretaria estadual de Agricultura e a do RioSolidario, indicando também a  localização na imagem. Devido ao grande interesse, as fotos poderão ser publicadas até a próxima quinta-feira, 15. O regulamento completo pode ser conferido no link https://bit.ly/2Stc3e7.

Vale ressaltar que uma comissão julgadora fará a seleção até o próximo dia 31 e escolherá os três primeiros lugares nas categorias cães e gatos. Cada um deles ganhará um troféu, porém o prêmio principal será a indicação de uma instituição beneficente de acolhimento e tratamento de animais para receber ração: 500 quilos para os primeiros lugares; 300, para os segundos; e 200 para os terceiros. A premiação será feita no Palácio Guanabara, entre os dias 1º e 15 de agosto.

Animais de estimação precisam de cuidados especiais no frio

Muita gente sofre com as baixas temperaturas registradas nesta época do ano em Nova Friburgo e reforçam a proteção com agasalhos quentinhos. Mas o cuidado com os pets também deve ser observado, pois os animais de estimação podem ser acometidos por doenças de inverno. Alguns cuidados podem ajudar a defender seus bichinhos desses males.

A Subsecretaria do Bem-Estar Animal (Ssubea), da Prefeitura de Nova Friburgo, recebe denúncias sobre tutores que deixam seus pets expostos às baixas temperaturas. De acordo com a subsecretária Luciana Pires, a Ssubea recebe todos os tipos de denúncias de maus tratos e todas são averiguadas. "Sempre que vemos animais expostos ao frio, notificamos e orientamos os seus tutores para que os abriguem em local coberto e com casinhas. Sugerimos também que coloquem cobertas e agasalhos nos animais, salvo alguns que não aceitam usar roupinhas de frio e, portanto, devem estar acolhidos em locais protegidos", observa.

O veterinário, Luiz Fernando Bonin Freitas, alerta que podem aparecer ou se agravar doenças respiratórias (como a gripe canina), articulares (como artrose, comum em animais mais idosos) e/ou dermatológicas. Os principais sintomas a serem observados são tosse, secreção nasal, olhos lacrimejantes e falta de apetite. No caso das doenças articulares, os animais apresentam dor ou dificuldade de locomoção.  “É importante que os tutores observem seus pets e, sempre que surgirem alterações, devem procurar o médico veterinário”, enfatizou Luiz Fernando. 

Algumas atitudes simples podem ajudar a proteger cães e gatos do frio intenso, que pode até matar animais de pelos curtos, idosos ou doentes: não deixe seu animalzinho ao relento, sob sereno; proteja-o do frio com cobertor ou panos velhos; caixas de papelão servem como alternativa simples e barata de isolante térmico e devem ser colocadas no piso e laterais das casinhas, evitando também a circulação de vento.

 

LEIA MAIS

Desde julho, 1.975 cães e gatos já foram imunizados gratuitamente em áreas rurais do município

Chancela concedida pelo governo do estado atesta estabelecimentos que cumprem as exigências necessárias para o bem-estar animal

Alguns já se tornaram até "digital influencers", com rotina periódica de postagens

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: PET