Smomu adia vistoria anual de táxis para outubro até dezembro

Decisão para que ocorra junto com a dos motoristas de aplicativos atende a uma reivindicação de sindicato
quinta-feira, 02 de setembro de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Foto: Henrique Pinheiro
Foto: Henrique Pinheiro

Após amplo diálogo com a categoria dos taxistas, a Prefeitura de Nova Friburgo, através da Secretaria Municipal de Ordem e Mobilidade Urbana (Smomu), optou por adiar a vistoria anual de táxis para que ocorra no mesmo período que a vistoria dos motoristas de transporte por aplicativo, divididos em diferentes turnos, entre 13 de outubro e 10 de dezembro de 2021.

Os procedimentos serão realizados na sede da Smomu, situada na Rua Vicente Sobrinho, 80, em Olaria. Outras informações podem ser obtidas através do telefone (22) 2526-9261.

A decisão atende a uma reivindicação do Sindicato dos Taxistas, que vinha reclamando de disparidades de tratamento às duas categorias.

LEIA MAIS

Empresa diz que itinerários normais serão retomados assim que circulação segura dos ônibus for possível

Apesar da gravidade do acidente, não houve feridos. Cruzamento é movimentado e precário de sinalização

Circulação de veículos com escapamento aberto aumentou, principalmente com a proliferação dos serviços de entregas em domicílio

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra