Seletiva e 1ª etapa abrem o Campeonato Friburguense de Kart Amador

Objetivo foi organizar os pilotos em divisões de acordo com seus melhores tempos de volta
sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020
por Vinicius Gastin
Seletiva e 1ª etapa abrem o Campeonato  Friburguense de Kart Amador

Nas pistas de Guapimirim, novos passos importantes para avançar nos projetos e fortalecer o kartismo em Nova Friburgo. O Kartódromo Internacional do município recebeu a Seletiva de pilotos para definição das divisões do Campeonato Friburguense de Kart Amador - CFKA 2020. O objetivo, segundo os coordenadores, foi organizar os pilotos em divisões de acordo com seus melhores tempos de volta.

A regra da Seletiva determinava que os pilotos corressem no traçado padrão do kartódromo em duas baterias de dez minutos cada, com karts sorteados para cada uma delas, não sendo permitido andar no mesmo veículo por mais de uma vez. Desta maneira, todos teriam a oportunidade de andar duas vezes e tentar voltas rápidas utilizando karts diferentes em cada série.

“Sabemos que, por mais que os karts tenham a mesma potência (13hp) e sejam equalizados pelo kartódromo, existem diferença de pneus e na forma de guiar cada kart. Foram 46 pilotos participantes e o objetivo comum de ser o mais rápido, buscando a HotLap ideal para se classificar”, explica Kleber Tavares, piloto e um dos dirigentes da Associação Friburguense de Kart.

O sistema foi organizado em três divisões: a Divisão 1, SuperKarts 18hp, com 12 pilotos; a Divisão 2, Karts 13hp, com 15 pilotos, e Divisão 3, Karts 13hp, com 30 pilotos. A Divisão 1 é formada pelos 12 pilotos mais rápidos, e estes fizeram jus à classificação, disputando décimos de segundo de forma acirrada.

Segundo o proprietário do Kartódromo, Mário Jr, o tempo ideal para participar na primeira divisão seria de 59,5s de acordo com o traçado estipulado (padrão) para a seletiva. 

Para surpresa geral, os sete primeiros colocados ficaram com o tempo inferior a 59,5s e confirmaram assim o nível elevado de pilotagem. A diferença entre o melhor tempo da Seletiva e o décimo segundo colocado foi de apenas 0,5s.

Na Divisão 2, formada por 15 pilotos, também houve uma intensa disputa, mesclando pilotos experientes e novatos na Associação Friburguense. “A classe promete muito equilíbrio e a escolha de pistas será à altura do nível dos pilotos, com traçados em sentido horário e anti-horário”, aposta Kleber.

A Divisão 3 reúne os pilotos que completaram o grid na Seletiva, e também aqueles que se inscreveram após a classificatória. Ainda restam algumas vagas a serem preenchidas nesta subdivisão, três até a segunda etapa, uma vez que o regulamento prevê dois descartes durante o Campeonato.

“Não menos importante que as demais, teremos juntos 30 desafiantes nesta classe que será, na verdade, a mais difícil entre as categorias do CFKA 2020, pois são 30 pilotos disputando o título. Tivemos também inscrição feminina no CFKA 2020, algo que estávamos aguardando ansiosamente. Não conseguimos formar uma classe somente para mulheres, mas esperamos que a confirmação de uma representante do sexo feminino em termos no grid sirva de estímulo a outras pilotos a se juntar a nós. Lembramos que o kart, bem como o automobilismo em geral, é um esporte que permite a integração de todos juntos”, complementa.

Os pódios de cada divisão são premiados com medalhas até o quinto lugar, e o vencedor receberá um kit oferecido por uma marca de cerveja artesanal. “O CFKA 2020 é patrocinado pelas empresas Meu Visual, Ato, GSM Free, RD e o apoio de Zanoello, Capitão Bock, Kartódromo Internacional de Guapimirim, web rádio Pop Rock, Mantoo e NP RaceWear. Agradecemos a todos”, finaliza Kleber.

A 1ª etapa

Definidas as divisões, os pilotos voltaram ao kartódromo para a disputa da primeira etapa do Campeonato Friburguense de Kart Amador. Na 1ª divisão, quem venceu foi o piloto Adilson Mozer, que acumulou 12 pontos, seguidos por Guilherme Cirpiani (11) e Henrique Rico (10).

Na divisão de número dois, melhor para Thiago Emmerick, que fez 18 pontos, e foi seguido de perto por Thiago Maninho, 16, e Luiz Mattos Affonso, 15. Na 3ª divisão, dois pilotos dividem a liderança: Adalmir Juninho e Rodrigo Villaverde, ambos com 25 anos. Há empate também entre o terceiro e quartos colocados, Beto Henrique e a piloto Giovanna Abrantes, com 24. A segunda etapa está marcada para o próximo dia 24 de março.

O campeonato

O Campeonato Friburguense de Kart Amador - Rental Kart 2020 pode contar com a participação de até 105 pilotos, com peso de lastro único: 90 quilos. O piloto inscrito no campeonato também participa da Copa Friburgo (no formato de baterias eliminatórias), onde os 15 que passarem nas fases classificatórias vão disputar a grande final. O campeão será aquele que cruzar a linha de chegada em primeiro lugar.

As baterias da Copa Friburgo serão realizadas sempre no mesmo dia do Campeonato Friburguense. Todas as etapas são disputadas no Kartódromo de Guapimirim, e o valor das baterias deve ser pago diretamente ao kartódromo. A competição prosseguirá com provas praticamente mensais, até 6 de dezembro. Todas as etapas começam às 9h, e os horários podem variar de acordo com a divisão.

  • Campeonato Friburguense de Kart Amador é considerado passo importante para o fortalecimento da modalidade no município

    Campeonato Friburguense de Kart Amador é considerado passo importante para o fortalecimento da modalidade no município

  • Pódio da 1ª divisão da etapa inicial do campeonato

    Pódio da 1ª divisão da etapa inicial do campeonato

  • Presença feminina entre os vencedores da divisão de número três da competição

    Presença feminina entre os vencedores da divisão de número três da competição

LEIA MAIS

Enquanto a temporada de 2021 termina, planejamento para o próximo ano está quase pronto

Equilíbrio faz com que os pilotos se revezem a cada rodada nos lugares mais altos do pódio

Agrupamento por equipes gera em 2021 uma competição à parte

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: kart