Saiba o que fazer e como se proteger se uma árvore cair na rede elétrica

Somente este ano, concessionária Energisa já registrou mais de 100 ocorrências por queda de galhos e árvores
sexta-feira, 14 de janeiro de 2022
por Jornal A Voz da Serra
Árvore caída sobre a rede elétrica nos últimos temporais, em Mury (Arquivo AVS)
Árvore caída sobre a rede elétrica nos últimos temporais, em Mury (Arquivo AVS)

Ainda nas primeiras semanas deste ano, o verão já confirma o prognóstico do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet): dias marcados por temperaturas acima da média e volume expressivo de chuvas na maior parte do país, inclusive na região Sudeste. Nesta época é comum temporais com ventos fortes e a incidência de raios, que acabam derrubando árvores, causando estragos em residências, comércios e até mesmo na rede elétrica. As chuvas contínuas que deixam a terra umedecida também causam desabamentos e consequentemente queda de árvores entre outros objetos na rede elétrica, danificando os cabos de energia ou derrubando postes.

Só no ano passado, a concessionária de energia elétrica Energisa registrou cerca de 1.800 ocorrências de árvores na rede aérea em Nova Friburgo, deixando quase 134 mil clientes sem energia. Neste ano, somente nos primeiros dez dias de janeiro, já foram registradas 108 ocorrências, interrompendo o fornecimento de energia para aproximadamente 12 mil clientes.

“Em situações como esta, nossa principal preocupação é garantir a segurança tanto da população quanto de nossos colaboradores. Nossas equipes são capacitadas para atuar em ocorrências como estas. Em muitos casos, de árvores na rede, trabalhamos em parceria com o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, já que é preciso, antes de normalizar o fornecimento de energia, retirar a árvore da rede para que nossos profissionais possam reconstituir o sistema elétrico como aconteceu na última semana na rodovia RJ-116, no distrito de Mury. Além da necessidade de atuação junto com outros órgãos, as quedas de árvores sobre a rede provocam danos maiores afetando equipamentos, rompendo cabos e causando a queda de postes. Por isso, às vezes, o restabelecimento do fornecimento de energia leva mais tempo”, explica o gerente de Operações da Energisa, Anderson Rabelo.

Plano de contingência

Além disso, em situações de calamidade, a Energisa coloca em prática o seu Plano de Contingência, direcionando mais equipes e veículos para as regiões afetadas, garantindo assim a normalização mais rápida do fornecimento de energia com segurança.

Manter galhos e plantas longe da rede elétrica é uma medida de segurança para todos. Mas o cuidado deve começar desde o plantio das árvores, observando a distância correta em relação à rede de energia elétrica. Para evitar danos, é fundamental a realização de podas preventivas. Vale lembrar que a responsabilidade pela manutenção da vegetação em terrenos particulares é do proprietário do imóvel. Em áreas públicas, o manejo deve ser realizado pelas prefeituras e cabe à concessionária de energia elétrica atuar somente nos galhos que estiverem encostando na rede e o auxílio em situações que houver proximidade com os cabos.

Como evitar acidentes

Como estamos no período mais chuvoso do ano, a concessionária Energisa separou algumas dicas de segurança sobre o que fazer e como se proteger quando uma árvore ou algum outro objeto for lançado na rede de energia:

  • Nem sempre um cabo caído é de energia elétrica. Pode ser de internet ou telefone. Mas o recomendável é nunca tocar nos cabos e isolar o local, evitar que alguém se aproxime e entrar em contato imediatamente com a Energisa, pelo telefone 0800 032 01 96 ou pelos canais digitais da empresa;
  • Caso haja alguma vítima, mantenha distância segura e também entre em contato com o Corpo de Bombeiros, pelo telefone 193;
  • Proteja-se dos raios também. Nunca fique embaixo de árvores ou em campos abertos, já que são locais mais vulneráveis. Busque sempre lugares seguros e, se estiver em casa, retire os equipamentos da tomada;
  • Nunca tente retirar galhos de árvores ou qualquer objeto que estiver em contato com os fios de energia, já que os galhos em contato com os fios podem ocasionar curto-circuito, rompimento de cabos, interrupção do fornecimento de energia e até mesmo energizar a árvore, elevando o risco de incêndio e choque elétrico. Esse trabalho só pode ser realizado por equipes habilitadas.
  •  Ao escolher uma muda de árvore, é importante levar em conta o porte que a espécie terá no futuro e se o local onde será plantada é o mais apropriado, o que evita problemas nas estruturas das residências ou comércios e até possíveis acidentes com a rede elétrica.
  • Em caso de acidente, cabos partidos ou interrupção de energia, a população deve entrar em contato com a Energisa através dos canais:

·         Call Center: 0800 032 0196

·         Site:energisa.com.br  

·         WhatsApp (Gisa): (22) 9 9292-4081 ou clique aqui

·         Aplicativo Energisa On (disponível no Google Play ou App Store do celular).

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: