RJ-116 deve receber movimento de 150 mil veículos neste feriadão atípico

Sem ponto facultativo na segunda, apenas 10% dos fluminenses pretendem viajar, diz pesquisa da Fecomércio
quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021
por Jornal A Voz da Serra
A RJ-116
A RJ-116

A concessionária Rota 116, responsável pela  RJ-116 (Itaboraí–Nova Friburgo–Macuco) estima que 150 mil veículos devam cruzar a rodovia durante o período desse carnaval, que não será feriadão como nos anos anteriores. A partir das 12h dessa sexta-feira, 12, equipes estarão atuando em pontos estratégicos da rodovia, 24 horas por dia, para atender os motoristas que seguem em direção às cidades da Região Serrana e Centro-Norte Fluminense. A operação vai funcionar até às 12h da quarta-feira de Cinzas, 17.

Embora diversas cidades, entre elas a capital e Nova Friburgo, tenham suspendido o ponto facultativo na segunda-feira, por conta da pandemia de coronavírus,  a concessionária manterá um sistema especial. Equipes estarão em pontos estratégicos com carros de inspeção de tráfego, reboques para veículos leves e pesados e ambulâncias que poderão ser acionadas a qualquer momento. 

Em casos de chuvas ou neblina durante a viagem, os motoristas deverão ter atenção redobrada, principalmente no trecho da Serra dos Três Picos, entre Cachoeiras de Macacu e Nova Friburgo. “Respeitar o limite de velocidade, não fazer ultrapassagens em trechos proibidos e ficar atento às placas de sinalização é de vital importância e nunca dirigir após fazer uso de bebidas alcoólicas”, lembra Edyano Bittencourt, superintendente da Riota.

  A Rota 116 prevê um movimento abaixo dos registrados nos anos anteriores em função da pandemia de coronavírus.

Fecomércio: só 10% dos fluminenses pretendem viajar

Devido ao cancelamento do feriadão de carnaval,  com o fim do ponto facultativo na segunda-feira, 15, boa parte da população do Estado do Rio de Janeiro não deve viajar para os municípios das regiões Serrana e dos Lagos, como nos anos anteriores. É o que mostra um estudo realizado pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio): apenas 10,6% dos entrevistados pretendem viajar no próximo fim de semana esticando a folga até a próxima terça-feira de carnaval, próximo dia 16. 

A pesquisa também mostra que 39,1% dos fluminenses ficarão em casa, 21,9% vão trabalhar, 11,1% ainda não decidiram o que irão fazer nestas datas, e 10,6% pretendem realizar alguma atividade de lazer. Apenas 4,8% usarão o tempo livre para estudar e 1,9% fará outros tipos de atividade. Entre a pequena parcela (10,6%) que irá optar por viajar, 78,9% vão realizar viagens dentro do estado e 21,1% para outras regiões. Em relação aos destinos escolhidos dentro do Rio de Janeiro, os municípios de Búzios e Saquarema aparecem, cada um, com 13,6% da preferência do público viajante, seguidos por Arraial do Cabo e Cabo Frio, ambas com 11,4%.

Sobre a preferência por estabelecimentos que mantêm as regras sanitárias obrigatórias, 68,6% afirmam que optaram por lugares que respeitam as normas vigentes e 31,4% responderam que a escolha não foi feita exclusivamente por esse parâmetro. Os viajantes responderam que pretendem ficar, em média, seis dias no local de destino, além de irem com média de cinco  acompanhantes. O gasto médio com a estadia deve ficar em torno de R$ 1.822.

A sondagem ocorreu entre os últimos dias 5 e 7, com a participação de 539 consumidores do Estado do Rio, com o objetivo de entender os hábitos dos fluminenses no Carnaval de 2021. 

 

 

LEIA MAIS

Objetivo é restringir a chegada de turistas e o ir e vir desnecessário de moradores

Agremiação que não pôde desfilar no carnaval de seus 25 anos convida amantes do samba para palestras, debates, oficinas e super “live”

Novidade tem por objetivo conter o fluxo de turistas, caso os feriadões de abril sejam antecipados no estado

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: carnaval | Turismo