Rescindido contrato da obra de ampliação de posto de saúde de Vargem Alta

A decisão foi homologada dia 27 de dezembro, mas só foi publicada na última semana apenas no Diário Oficial eletrônico. Contrato havia sido assinado em 2014
sábado, 18 de janeiro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
(Foto: Henrique Pinheiro)
(Foto: Henrique Pinheiro)

Uma publicação no Diário Oficial eletrônico de Nova Friburgo, feita na última terça-feira, 14, caiu como um balde de água fria nos moradores de Vargem Alta, localidade polo da floricultura estadual, no distrito de São Pedro da Serra. Segundo o informe, foi rescindido de forma unilateral o contrato para a ampliação da Unidade Básica de Saúde (UBS) de Vargem Alta, celebrado entre a Prefeitura de Nova Friburgo e a empresa Luna Trure Construções Ltda.

A rescisão foi homologada em 27 de dezembro, no entanto, publicada somente no último dia 14 apenas no Diário Oficial eletrônico. O contrato entre as partes havia sido assinado em 10 de junho de 2014, e previa uma série de melhorias na unidade de saúde, responsável pelo atendimento de aproximadamente 500 famílias (cerca de duas mil pessoas) que vivem na região.

A longa espera pela conclusão das obras de ampliação da UBS Vargem Alta entristece os moradores, que dizem faltar muito pouco para a conclusão das obras. No entanto, a burocracia tem impedido os cidadãos de terem acesso à saúde pública de qualidade e próximo a suas residências, já que a localidade fica na zona rural, bastante afastada do centro da cidade. 

Ocorre que a demanda pela ampliação e reforma do espaço já era antiga. Em reportagem publicada por A VOZ DA SERRA em maio de 2011 sobre as condições da UBS de Vargem Alta, moradores relataram diversos problemas, como telhas quebradas, infiltrações, goteiras e até mesmo uma caixa de gordura atrás da unidade de saúde, onde crianças transitam. “O movimento é intenso no posto. Aqui se faz pré-natal, curativo, controle de diabetes, entre outros atendimentos. A maioria dos problemas sempre é resolvido por aqui mesmo”, revela uma moradora.

Prefeitura não se manifesta

Em busca de respostas para a rescisão unilateral do contrato com a empresa Luna Trure, A VOZ DA SERRA enviou uma série de questionamentos à Prefeitura de Nova Friburgo, através da Subsecretaria de Comunicação Social (Secom), como os motivos que levaram a esse desfecho; em que fase a obra encontrava-se atualmente; qual a previsão para a conclusão dos trabalhos; e se seria contratada nova empresa para terminar a obra. No entanto, até o fechamento desta edição, não recebemos nenhuma resposta. 

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Vargem Alta