Prefeito garante carnaval em 2022, e Câmara vai propor dobrar subvenção

Chance de evento presencial é considerável, mas opção virtual não está descartada. Secretaria de Turismo já tem planejamento em estudo
quinta-feira, 07 de outubro de 2021
por Vinicius Gastin
Prefeito garante carnaval em 2022, e Câmara vai propor dobrar subvenção

Em meio a todas as indefinições relacionadas à pandemia e ao retorno dos eventos, os friburguenses apaixonados pelo carnaval têm uma boa notícia para comemorar. Durante audiência pública para debater o tema na Câmara Municipal, na noite desta quarta-feira, 6, o prefeito Johnny Maicon, apesar de ausente, ligou para o vereador Max Bill durante a sessão e garantiu a realização do carnaval 2022 em Nova Friburgo.

A chance de a maior festa popular do planeta ser presencial é considerável, mas uma segunda opção, virtual, em caso de avanço da pandemia, não está descartada. Embora sem dar maiores detalhes, a Secretaria Municipal de Turismo garante que já há um planejamento em estudo para organizar o evento.

Presentes à audiência, representantes das escolas de samba cobraram garantias sobre o repasse das subvenções, seja qual for o modelo escolhido. O vereador Christiano Huguenin, inclusive, afirmou que vai pedir, de forma oficial, que o valor seja dobrado pra este ano, uma vez que não foi pago em 2021. A proposição recebeu rápida adesão dos parlamentares presentes. As escolas de samba do Grupo Especial de Friburgo recebem R$ 100 mil, enquanto as do Grupo A, os antigos blocos de enredo, R$ 50 mil.

“Devemos estar recebendo o projeto de lei das subvenções para o ano que vem, e eu vou fazer uma emenda para dobrar o que é dado. Como neste ano não teve o carnaval, é o mais justo. Peço aos vereadores que assumam o compromisso de já assinarem o projeto, assim que ele chegar”, disse Huguenin.

Proposta pelos vereadores Max Bill e Maiara Felício, a audiência pública contou com a presença do presidente da Liga das Escolas e Blocos de Friburgo (Lienbenf), José Carlos Espíndola; representantes das agremiações; e pessoas envolvidas com o carnaval da cidade.  Além de alguns vereadores, a secretária de Turismo, Maria Angélica, o secretário de Cultura, Joffre Evandro, e a subsecretária de Vigilância em Saúde, Fabíola Penna, também estiveram presentes. O prefeito Johnny Maicon não compareceu, mas participou por telefone.

Quadras ainda fechadas

 Durante o encontro, os representantes das escolas e dos  blocos cobraram uma posição oficial sobre a realização do carnaval e ressaltaram a necessidade de reabrir as quadras para a promoção de eventos e arrecadação de recursos.

Fabíola Penna, inclusive, afirmou que as agremiações com CNAE de clube social já poderiam estar desenvolvendo atividades. O tema gerou polêmica e debate entre os presentes, especialmente quanto à interpretação do que consta do decreto em vigor no município. A diferença entre as estruturas dos barracões também foi abordada, e a subsecretária sinalizou com a intenção de promover vistorias e mudar as regras para o funcionamento das quadras.

Vigilância em Saúde está otimista

Quanto à questão sanitária, a subsecretária de Vigilância em Saúde, Fabíola Penna, faz previsões otimistas a partir do avanço da vacinação em Nova Friburgo. Com o cenário favorável, ela pensa ser possível a realização do carnaval.

“A gente realmente em o melhor cenário desde o início da pandemia, epidemiologicamente falando. Estamos com menos de 20% dos leitos ocupados. De fato, estamos com um cenário que tende a favorecer o carnaval. É inegável a importância de ele acontecer. A Vigilância está acompanhando as questões das variantes, que ainda geram um pouco de apreensão, e estamos entrando na campanha da dose de reforço. Isso precisa também ser considerado. Uma pessoa é completamente imune quando toma todas as vacinas preconizadas pelo Ministério da Saúde. Considerando a população adulta de Nova Friburgo, vacinada com segunda dose, estamos próximos de 60%. É totalmente possível chegar e ultrapassar os 70% muito em breve”, afirmou ela.

LEIA MAIS

Será aplicada a primeira dose em adolescentes a partir de 12 anos e em adultos a partir dos 18

Capital aguarda evolução da nova variante; Bom Jardim já cancelou a festa

Confira o calendário de vacinação contra a Covid-19 desta semana

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra