Policiais do 11º BPM já estão usando câmeras acopladas aos uniformes

Novidade começou esta semana; objetivo é dar mais transparência às ações dos agentes e maior segurança jurídica no patrulhamento e nas abordagens
quinta-feira, 23 de junho de 2022
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Fotos: Henrique Pinheiro
Fotos: Henrique Pinheiro

Além de arma, munição, rádio, algemas e distintivos, um novo detalhe passou a compor, desde a última segunda-feira, 20,  o uniforme dos policiais do 11º BPM: câmeras portáteis acopladas às fardas . Segundo a Secretaria de Estado de Polícia Militar, foram distribuídos um total de 701 equipamentos às quatro unidades operacionais da Região Serrana:  11º BPM (Nova Friburgo), 26º BPM (Petrópolis), 30° BPM (Teresópolis) e 35º BPM (Três Rios). Esses quatro batalhões integram o 7º CPA (Comando de Policiamento de Área) da corporação militar. 

Nesta semana, parte do efetivo do 11ºBPM que fazia o patrulhamento ostensivo das ruas no Centro de Nova Friburgo já utilizavam o novo equipamento que é quase imperceptível e ficam acoplados à farda na altura do tórax.    

Adquiridas pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, como parte do programa de transparência na área de segurança e fiscalização, as câmeras portáteis começaram a ser utilizadas no final de maio por policiais militares que atuam em 11 unidades operacionais da capital, subordinadas ao 1º CPA. Nas duas áreas contempladas até o momento, estão em operação nada menos que 2.790 câmeras portáteis.

Mais transparência nas ações policiais 

Segundo o secretário estadual da PM, coronel Luiz Henrique Marinho Pires, a nova tecnologia tem por objetivo garantir a transparência exigida pela sociedade e, também, proporcionar maior segurança jurídica aos agentes nas ações de patrulhamento e nas abordagens. “Esse novo equipamento não será utilizado pelos oficiais da corporação para vigiar ninguém, não servirão para punir ninguém. É um equipamento de proteção, de garantia da legalidade, para comprovar a excelência do serviço da PM no Estado”, disse Pires, durante a cerimônia de lançamento do programa na capital fluminense, no mês passado.

Conforme o cronograma traçado pela Secretaria de Estado de Polícia Militar, as próximas áreas a serem contempladas serão a do 6º CPA, que atua nas regiões Norte e Noroeste do estado; o 2º CPA, que atua em parte da Zona Norte e na Zona Oeste da capital; o 4º CPA, responsável pelo Leste Fluminense; e o 3º CPA, responsável pela Baixada Fluminense.

Segundo o governador Cláudio Castro, a utilização das câmeras portáteis foi uma das maiores e mais importantes aquisições já realizadas em recursos tecnológicos. A disseminação da nova tecnologia iniciada agora em todo estado foi possível graças à primeira fase de testes realizada por PMs durante o réveillon. Agentes que atuam na Operação Lei Seca, sob a coordenação da Secretaria de Governo, também estão usando o novo equipamento.

No âmbito da PM, todas as unidades operacionais convencionais do Estado deverão estar utilizando um total de oito mil câmeras portáteis até o fim do primeiro semestre deste ano. O coronel Luiz Henrique Marinho Pires explica que o processo de implantação do novo equipamento na corporação tem seguido normas técnicas estabelecidas com a empresa contratada. 

“O sistema demanda instalações adequadas para guardar os

 

LEIA MAIS

Bairro tem grande movimento de consumidores e turistas atraídos pelo comércio e o polo de moda íntima

Segundo o ISP, redução do homicídio doloso em maio foi de 21%, o menor valor desde 1991

Programa é composto por equipes da PM capacitadas para atuarem de forma preventiva e participativa junto aos colégios

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Segurança