Parque dos Três Picos reabre algumas de suas dependências

Reabertura é gradual e algumas atividades ainda permanecem suspensas
quinta-feira, 10 de junho de 2021
por Vinicius Gastin
Contato com a natureza é um dos principais atrativos da região dos Três Picos
Contato com a natureza é um dos principais atrativos da região dos Três Picos

Os aventureiros e amantes da natureza de Nova Friburgo e região ganharam bons motivos para festejar. Um dos principais espaços que oferece a oportunidade de contato com o meio ambiente e todos os seus benefícios, o Parque Estadual dos Três Picos está reabrindo as portas gradualmente. Algumas áreas e atividades ainda vão continuar suspensas, mas a notícia é um presente em plena comemoração da Semana do Meio Ambiente – há, inclusive, uma programação especial, com lives e eventos através dos canais do parque no YouTube e no Instagram.

“Seguindo orientações de uma nova resolução do Inea, o Instituto Estadual do Ambiente, a de n° 225, do último dia 28 de maio, e considerando os decretos municipais de Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu, Teresópolis, Silva Jardim e Guapimirim, que liberam a reabertura dos parques estaduais com 50% da capacidade de visitação, a gestão do Parque Estadual do Três Picos resolveu reabri-lo para visitação, após o período de fechamento por causa da pandemia da Covid-19”, diz o comunicado nas redes sociais da unidade.

O horário de funcionamento diário, incluindo feriados, compreende o período entre 8h e 17h. O uso de máscaras é obrigatório durante a permanência no local, sendo necessário também manter a distância de dois metros entre uma pessoa e outra. O acesso às cachoeiras, centro de visitantes, banheiros, bebedouros e parques infantis, assim como o camping Vale dos Deuses, permanecem suspensos ou fechados nesta primeira etapa.

“Ressaltamos que todo evento realizado dentro dos limites do Parque Estadual dos Três Picos deverá solicitar autorização à gestão através do e-mail inea.petp@gmail.com. O uso da imagem e do espaço das unidades de conservação estaduais para fotografias, filmagens, gravações em situações de caráter educativo/cultural, científico ou comercial depende de prévia autorização do Inea, seguindo o decreto estadual 36.930, de 14 de fevereiro de 2005. A programação de junho pode ser acompanhada através link na BIO do instagram @parqueestadualdostrespicos”, finaliza o texto.

A retomada gradual das atividades no Parque dos Três Picos, após longo período fechado, teve início em agosto de 2020. No entanto, com o avanço da pandemia, houve períodos de suspensão. Ainda assim, o local recebeu todos os cuidados e manutenções necessárias para a conservação das dependências.

Em fevereiro passado, por exemplo, a equipe Salinas Três Picos participou de um mutirão de limpeza, em conjunto com a sociedade civil no eixo Cascatinha-Caledônia, nas proximidades de atrativos naturais, como cachoeiras, ruas e trilhas, dentro da área do parque e também na zona de amortecimento. A ação contou com mais de 60 voluntários e retirou uma quantidade expressiva de resíduos.

Os entornos das áreas litorâneas das regiões Sudeste e Sul do Brasil são abrangidos pela cadeia montanhosa da Serra do Mar, a qual se estende por 1.500 quilômetros, desde o norte de Santa Catarina à Região Serrana do Rio de Janeiro. Atravessando quatro estados, a cadeia montanhosa apresenta diversas variações de altitude, vegetação e acidentes geográficos, apresentando belezas singulares como o Pico Paraná (1.877 metros); a Serra dos Órgãos, conhecida por ser a capital do montanhismo brasileiro; e o Parque Estadual dos Três Picos.

A região, situada ao longo da rodovia Terê-Fri (RJ-130), é referência nacional para montanhistas e escaladores que buscam escalada tradicional, travessias de mountain bike e trekking, ascensões a belas montanhas, além de banhos de rio e cachoeiras, cavalgadas, acampamentos, relacionamento, gastronomia, hospitalidade e experiências inesquecíveis. O parque, que abriga 65% das espécies de aves da Mata Atlântica e mamíferos ameaçados de extinção como a onça parda e a jaguatirica, possui atrativos para todos os tipos de pessoas.

São mais de 100 vias de escalada estabelecidas. Além dos palcos para escalada, roteiros como o do Pico Médio de Friburgo, Pedra da Caixa de Fósforos e Pedra da Cabeça de Dragão são atividades emocionantes e próprias até mesmo para pessoas com o mínimo de preparo físico e disposição, desde que conheçam os percursos ou estejam acompanhadas de um guia ou condutor.

Durante a gestão municipal passada, o então prefeito de Nova Friburgo, Renato Bravo, sancionou a lei municipal que criou o Circuito Turístico Rural Três Picos. Segundo a prefeitura, a medida teve o objetivo de potencializar o que há de mais atrativo na região de Conquista, no distrito de Campo do Coelho, conhecida por suas belezas naturais em meio à Mata Atlântica preservada do Parque Estadual do Três Picos.

Instituído pela lei 4660/2018, o circuito tem aproximadamente 47 quilômetros: inicia à esquerda do Km 9 da RJ-130, na altura do Córrego Dantas, onde começa a Estrada Floresta Mendes, e termina na Rua Friburgo, no bairro Cascatinha, abrangendo também as localidades de Alto de Salinas, Salinas, Patrocínio, Centenário, Santa Cruz, Jaborandi, Baixada de Salinas e São Lourenço.

 

LEIA MAIS

Distribuição será para moradores de Lumiar e comunidades próximas, como parte das atividades da Semana do Meio Ambiente

Acordo entre a prefeitura e a EBMA garante a transferência de valores do CEA, que desenvolve projetos de educação ambiental

Picape com tração 4x4 para locais de difícil acesso dará mais agilidade ao combate a incêndios florestais

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra