Nova lei permite redução de jornada de trabalho e salário

Originalmente o projeto previa que contratos de trabalho poderiam ser suspensos por até 60 dias. Câmara aprovou prorrogação dos prazos
quarta-feira, 08 de julho de 2020
por Jornal A Voz da Serra
(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

O presidente Jair Bolsonaro sancionou na última segunda-feira, 6, a medida provisória 936 que criou o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda. A MP permite que empresas suspendem contratos ou reduzam jornadas e salários de funcionários até o fim deste ano, enquanto durar o estado de calamidade pública decretado por conta da pandemia do  coronavírus.

A nova lei, aprovada em 16 de junho pelo Senado, permite que empresas façam acordo diretamente com os empregados, sem intermediação de sindicatos, para reduzir a jornada e os salários, ou suspender o contrato de trabalho por tempo determinado. Para compensar os trabalhadores atingidos, a MP 936 cria o Bem, benefício emergencial pago pelo Governo Federal, que pode chegar até R$ 1.813,03 por mês.

Prazos prorrogados

A MP 936 originalmente previa que o contrato de trabalho poderia ser suspenso por até 60 dias, fracionados no máximo em dois períodos de 30 dias. Já a redução salarial não poderia passar de 90 dias no total. A Câmara aprovou a permissão para que esses prazos sejam prorrogados por ato do Poder Executivo (um decreto do presidente Bolsonaro, por exemplo), enquanto durar o estado de calamidade pública.

O programa será prorrogado, de acordo com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco. Segundo ele, a suspensão de contrato deverá ser prorrogada por mais dois meses. A redução de jornada deverá ser estendida em um mês. Bianco explicou que, para o trabalhador, a prorrogação não será automática. Será necessário que empregador e empregado celebrem um novo acordo. Ele explicou ainda que a renovação exige a manutenção do emprego pelo mesmo tempo do acordo.

 

LEIA MAIS

Há oportunidades na área administrativa e contabilidade para Jovem Aprendiz

Recriação do programa que em 2020 resultou em 10 milhões de acordos esbarra apenas em artigo da LDO que precisa ser alterado

Portal reúne também fóruns, chats gratuitos e conteúdo de qualificação profissional

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Emprego