Nova Friburgo tem o primeiro caso confirmado de coronavírus

Município investiga, ainda, duas mortes suspeitas. Casos sendo examinados chegam a 53, dos quais 2 já testaram positivo e aguardam contraprova
sexta-feira, 03 de abril de 2020
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Aglomeração de pessoas em lotérica de Friburgo: perigo (Foto: Henrique Pinheiro)
Aglomeração de pessoas em lotérica de Friburgo: perigo (Foto: Henrique Pinheiro)

Está confirmado o primeiro caso de coronavírus em Nova Friburgo.

Em boletim oficial divulgado na tarde desta sexta-feira, 3, a prefeitura informou ainda, sem dar detalhes, que há duas mortes no município suspeitas de terem sido causadas por Covid-19.

O total de casos suspeitos chega a 53, dos quais 18 estão hospitalizados.

Entre os 35 casos suspeitos em isolamento domicilar, dois já foram testados positivos por laboratórios particulares e aguardam confirmação pelo laboratório da Fiocruz, no Rio.

O total de notificações passa de cem, nas 48 casos foram descartados. 

Após reportagem de A VOZ DA SERRA nesta quarta (relembre aqui), a prefeitura aperfeiçoou o detalhamento do boletim.

Os números do estado

O primeiro caso confirmado ainda não entrou nas estatísticas oficial da Secretaria estadual da Saúde. Até esta sexta-feira, 3, o órgão estadual registra 1.074 casos confirmados e 47 óbitos por coronavírus.

Os casos confirmados estão distribuídos da seguinte maneira:

  • Rio de Janeiro – 867
  • Niterói – 65
  • Volta Redonda – 44
  • Petrópolis – 13
  • Nova Iguaçu – 11
  • São Gonçalo – 10
  • Duque de Caxias – 9
  • Itaboraí – 6
  • Maricá – 5
  • Magé – 4
  • Barra Mansa – 3
  • Belford Roxo – 3
  • Rio das Ostras – 3
  • São João de Meriti – 3
  • Barra do Piraí – 2
  • Itaguaí – 2
  • Macaé – 2
  • Queimados – 2
  • Resende – 2
  • Rio Bonito – 2
  • Angra dos Reis – 1
  • Araruama – 1
  • Arraial do Cabo – 1
  • Campos dos Goytacazes – 1
  • Guapimirim – 1
  • Iguaba Grande – 1
  • Mangaratiba – 1  
  • Miguel Pereira – 1
  • Nilópolis – 1
  • Porciúncula – 1
  • São Pedro da Aldeia – 1
  • Seropédica – 1
  • Teresópolis – 1
  • Três Rios – 1
  • Valença – 1
  • Município de residência em investigação - 1


Os novos seis óbitos por Covid-19 nesta sexta, totalizando 47, são:

  • Homem de 44 anos; de São João de Meriti
  • Homem de 46 anos; do Rio de Janeiro
  • Homem de 62 anos; do Rio de Janeiro
  • Homem de 72 anos; do Rio de Janeiro
  • Homem de 88 anos; do Rio de Janeiro
  • Mulher de 61 anos; do Rio de Janeiro


O total de mortes (28 homens e 19 mulheres) foram registrados nos seguintes municípios:

  • Rio de Janeiro – 36
  • Arraial do Cabo – 1
  • Belford Roxo – 1
  • Miguel Pereira – 1
  • Niterói – 1
  • Petrópolis – 1
  • Rio Bonito – 1
  • Rio das Ostras – 1
  • São Gonçalo – 1
  • São João de Meriti – 1
  • Volta Redonda – 2
     

Laboratório vai zerar lista de testes

A Secretaria estadual de Saúde informou nesta sexta, 3, que, com o reforço de novos equipamentos, a reorganização de recursos humanos e parcerias, conseguiu  ampliar a capacidade de testagem biomolecular de coronavírus do Laboratório Central Noel Nutel (Lacen), da Fundação Oswaldo Cruz, e já neste fim desta semana, deverá zerar a lista de amostras que aguardam laudos. As de Friburgo estão entre elas.

O Lacen passou a funcionar  24 horas por dia e deve aumentar a capacidade de analisar cerca de 900 amostras diariamente, sendo 500 no próprio laboratório e o restante por meio de parcerias firmadas com o IBEX (Instituto de Biologia do Exército), a Fiocruz e a UERJ.

Desde a entrada do coronavírus no Rio de Janeiro, o Lacen já processou cerca de cinco mil exames, prioritariamente de pacientes graves, profissionais de saúde e óbitos em investigação.

 

LEIA MAIS

No atual contexto do crescimento de infecções pelo novo coronavírus, o restabelecimento de pacientes e a melhora da qualidade de vida

Entidade também solicita que atividade seja considerada serviço essencial, para hospedagem de médicos, enfermeiros e idosos que necessitam de isolamento

Documento a ser entregue a Renato Bravo pretende servir de diálogo para a retomada econômica respeitando a saúde pública

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra