Monitoramento por câmeras em Friburgo vai ser reforçado

Projeto Bairro Seguro, do Conseg e da Acianf, vai auxiliar na segurança realizada pela PM em parceria com a prefeitura
quarta-feira, 22 de janeiro de 2020
por Lyvia Stael (lyvia@avozdaserra.com.br)
O QG do Cidade Inteligente (Arquivo AVS)
O QG do Cidade Inteligente (Arquivo AVS)

Os representantes do Conselho Comunitário de Segurança de Nova Friburgo (Conseg) e da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Nova Friburgo (Acianf) se reuniram na última sexta-feira, 17, para definir a implantação do projeto “Bairro Seguro”, que tem o objetivo de ampliar a segurança realizada pela Polícia Militar no município.

No encontro foi definido como o projeto será desenvolvido e financiado e também como será apresentado à sociedade. Na ocasião, foram esclarecidas com a empresa que vai instalar as câmeras algumas dúvidas sobre a operacionalidade do sistema, além de toda logística do projeto nas dependência do quartel do 11º Batalhão da Polícia Militar, no bairro Vila Nova.

Os orçamentos dos equipamentos e da estrutura que serão necessários para dar início às instalações já foram feitos e o custo inicial para essa montagem será pago pelo Conseg, enquanto as primeiras câmeras instaladas serão custeadas pela Acianf.

As câmeras utilizadas no projeto Bairro Seguro serão alugadas pela empresa que irá gerir o projeto. Os interessados em contribuir com a segurança da cidade poderão instalar câmeras em frente às suas casas ou estabelecimentos. As câmeras já instaladas no espaço urbano e utilizadas pelo projeto Cidade Inteligente, da prefeitura, continuarão funcionando. Para ampliar o monitoramento da PM, as imagens captadas por elas serão repassadas para a nova central localizada no 11º BPM. Da mesma forma que esse novo sistema será disponibilizado também para a central do “Cidade Inteligente”, que já atua no monitoramento do município. O sistema que está sendo utilizado nos novos sinais de trânsito também terá um espelhamento dentro dessa nova central de monitoramento.

Assim que o projeto Bairro Seguro for colocado em prática, o Conseg e a Acianf irão realizar uma apresentação para os interessados. Para os representantes dos órgãos de classe e segurança locais, Nova Friburgo passará a contar em breve com uma melhor cobertura de segurança, fornecendo à polícia maior potencial de atuação, agilidade e investigação.

Um exemplo da utilidade das câmeras de segurança aconteceu na semana passada quando um carro estacionado na Praça Getúlio Vargas, em frente ao prédio onde funciona a   Cruz Vermelha, foi atingido durante a madrugada por um veículo desgovernado. O infrator fugiu, mas a policia utilizou as imagens das câmeras para tentar identificá-lo.

“Esse é um projeto para ser abraçado por todos, sociedade, empresários, instituições e que deve ser mantido ao longo dos próximos anos sem depender da futura conjuntura política da cidade. Sem dúvida será um fator diferencial para melhorar ainda mais a nossa segurança local, que já é uma das melhores do Estado”, comentou o presidente do Conseg, coronel PM James de Barros.

O encontro contou com a participação dos diretores do Conseg, Júlio Cordeiro, Fanny Zissu e Rodrigo Guimarães; dos diretores da Acianf, Juvenal Condack e Roosevelt Concy; do técnico de informática, Carlos Martins; do coordenador técnico do “Nova Friburgo Cidade Inteligente”, Maurício Marques; do secretário municipal de Ciência e Tecnologia, professor Marcelo Verly; e do representante do comandante do 11º BPM, tenente Ferro.

 

LEIA MAIS

Tenente-coronel Soliva faz balanço positivo do primeiro semestre à frente do 11º BPM: redução de roubos chega a 86%

Homicídios dolosos e roubos e lesões corporais seguidos de morte tiveram menor número dos últimos 20 anos, segundo o ISP-RJ

Escolha de Gericinó, no Rio, e Volta Redonda para abrigar as primeiras unidades gerou especulações

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Segurança