Homem é preso, acusado de torturar ex-namorada de 16 no Cordoeira

Ele é acusado de tê-la agredido com golpes de madeira, socos e tapas, além de raspar as sobrancelhas, por ciúmes
terça-feira, 24 de agosto de 2021
por Jornal A Voz da Serra
A Deam-NF (Arquivo AVS)
A Deam-NF (Arquivo AVS)

Policiais da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Nova Friburgo (Deam-NF) prenderam nesta terça-feira, 24, cumprindo mandado preventivo expedido pela Justiça, um homem de 29 anos, acusado de torturar uma jovem de 16, no último dia 15, no Cordoeira.

O homem é acusado de ter levado a jovem, sua ex-namorada, para dentro  de uma mata, onde a teria agredido com diversos golpes de madeira, socos e tapas, causando-lhe lesões físicas severas.

Além de causar intenso sofrimento físico à vítima, segundo a Deam, o homem ainda teria raspado as sobrancelhas da vítima, como forma de castigo, por acreditar que ela estaria o traindo. Após agredir gravemente a menor, o acusado ainda manteve a vítima em cárcere privado, na casa dele.

O acusado tem anotações criminais, já tendo sido preso por delitos  associados ao tráfico de drogas. Ele será encaminhado à Secretaria estadual de Administração Penitenciária (Seap), na capital, onde ficará à disposição da Justiça.

O mandado  foi expedido pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Nova Friburgo, a pedido da delegada titular, Marianna Thomé, na forma da Lei Maria da Penha.

 

LEIA MAIS

Ela também é acusada de falsidade ideológica e exposição de crianças a constrangimento, no consultório em Conselheiro

Estupro de vulnerável mais que dobrou, e sete meninas de até 14 anos foram estupradas por dia em 2020, segundo o ISP

Agressor também terá que ressarcir prefeitura de todos os custos relativos aos serviços de acolhimento e tratamento

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: crime