Governo estadual inicia série de reuniões com montadoras no Rio

Objetivo é buscar alternativas para a sustentabilidade dos negócios e a manutenção dos empregos
sexta-feira, 15 de janeiro de 2021
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Governo estadual inicia série de reuniões com montadoras no Rio

O governo do Rio resolveu se antecipar a qualquer movimento de montadoras de veículos com unidades no estado e está agendando reuniões com todas elas. O foco está no polo automotivo do Médio Paraíba, com cerca de 200 empresas - entre elas MAN Latin America (Volkswagen), Nissan/Renault, Jaguar/Land Rover, Hyundai e Peugeot-Citroën - e oito mil funcionários.

O primeiro encontro, com a Jaguar/Land Rover,  foi realizado nesta quarta-feira, 13. O objetivo é encontrar, através do diálogo, alternativas para a sustentabilidade dos negócios e a manutenção dos empregos no território fluminense.

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Leonardo Soares, recebeu os representantes da empresa inglesa, que tem fábrica em Itatiaia. Segundo os executivos da companhia, nos próximos anos o potencial de investimento adicional da Jaguar/Land Rover no estado pode chegar a R$ 19 milhões. A montadora está se comprometendo a gerar mais 400 empregos diretos destinados à planta industrial.

 “Vamos encontrar soluções comuns que atendam ao estado e às montadoras. O fechamento de uma fábrica representa impactos sociais significativos, com a perda de empregos diretos e indiretos. Além disso, tem como consequência a queda na arrecadação do estado”, explica Soares.

 O Estado do Rio tem o segundo maior polo do Brasil em número de indústrias. E a saída da Ford do Brasil pode ter sido o estopim para antecipar as reuniões com as empresas.

No início da semana, a Ford Motor Company anunciou que vai encerrar a fabricação de automóveis no Brasil. A empresa passará a atender a seus clientes na América do Sul com um portfólio de automóveis provenientes da Argentina e do Uruguai, conforme a Ford Brasil for encerrando as operações de produção este ano.

 A produção no Brasil cessará imediatamente em Camaçari (BA) e Taubaté (SP), com a fabricação de algumas peças continuando por alguns meses apenas para sustentar os estoques de reposição. Como resultado, a empresa encerrará as vendas de EcoSport, Ka e T4 assim que os estoques forem vendidos.

 

LEIA MAIS

Via expressa na Baixada é muito utilizada por transportadoras para o escoamento da produção industrial de Friburgo para o Rio e São Paulo

Órgão quer saber por que várias atividades são liberadas e outras, como as escolas, não

Oportunidades variam de auxiliar de frios em supermercado, marketing digital e web designer

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: negócios | Emprego