Friburguense conta experiência de participar de programa de intercâmbio da Disney

Sabine d'Alincourt trabalhou por três meses em diversos locais do parque de atrações mais famoso do mundo
sexta-feira, 15 de janeiro de 2021
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Sabine d'Alincourt
Sabine d'Alincourt

 

Estudante de publicidade e propaganda na Universidade Estácio de Sá, Sabine d'Alincourt foi selecionada em 2019 para participar de um programa de intercâmbio de trabalho remunerado da Disney que aconteceu durante as férias da faculdade entre novembro daquele ano e janeiro de 2020.

Um ano depois a jovem ainda colhe os frutos da incrível experiência. Sabine trabalhou dentro do parque de atrações nas lojas, fazendo trabalho de reposição, estoque, caixa e atendimento ao público.

Assim como fez durante o ano de 2020 com seus seguidores nas redes sociais, a estudante compartilhou sua experiência no mundo mágico da Disney com A VOZ DA SERRA. Muito emocionada, ela contou que trabalhar no parque foi a realização de um sonho.

Água mole em pedra dura...

“Um dia, descobri o programa de intercâmbio chamado ICP (International College Program) que dá oportunidade para brasileiros e pessoas de outros locais do mundo trabalharem no Walt Disney World durante as férias universitárias. Durante quatro anos me apliquei ao programa, passando por um processo desgastante, mas nunca desisti. As entrevistas de emprego eram em São Paulo e, anualmente, eu participava da seleção. Cada vez mais aperfeiçoando meu inglês e estudando sobre a empresa, até que em 2019 fui selecionada para trabalhar como “merchandising” (similar à função de vendedor) em um resort de luxo dentro do complexo Walt Disney World, o Wilderness Lodge. Eu fiquei três meses morando em um condomínio com outros participantes do programa do mundo inteiro. Meu local fixo de trabalho era o resort, mas nada me impediu de trabalhar horas extras em outros parques e locais do complexo. Trabalhei em uma das maiores lojas da Disney, a Emporium, localizada no parque Magic Kingdom. Trabalhei também em diversos resorts, como o Animal Kingdom Lodge, Grand Floridian, Saratoga Springs. O ponto alto do meu trabalho foi trabalhar na loja da atração A Torre do Terror, no parque Disney Hollywood Studios. Sou fascinada por aquela atração desde adolescente, e dificilmente permitem aos brasileiros trabalharem lá por conta do treinamento. Corri muito atrás e consegui um dia trabalhar lá. Esse meu dia foi simplesmente fascinante. Como meu trabalho começava às 05h30, cheguei ao parque de madrugada, e tive a oportunidade de conhecer as ruas do meu parque favorito vazias. Também tive a oportunidade de conhecer o “interior” dessa atração, o que me deixou muito emocionada. Como citei, já fiz hora extra no parque Magic Kingdom (o mais famoso da Disney!), e por conta disso também tive o prazer de andar pelas ruas principais do parque vazias de madrugada. Esse dia chorei de emoção, pois me dei conta do sonho que estava realizando e quantas pessoas amariam estar no meu lugar”, contou Sabine.

O treinamento

“Quando cheguei em Orlando, passei por um processo de treinamento para me tornar um membro do elenco (os funcionários da Disney são chamados assim). O primeiro dia era uma aula dinâmica chamada “Tradições”, com muitas surpresas e emoções, que nós, membros do elenco, juramos guardar segredo sobre o que acontece para não interferir na experiência dos próximos. O que posso dizer é que foi, de longe, o melhor dia da minha vida. Por uma semana tive aulas na Disney University (Local de treinamento localizado no The Walt Disney World) e treinos no Resort. Passei por muitos testes. Ser um membro do elenco da Disney é um compromisso sério. O atendimento exerce um forte poder sobre a imagem da empresa: os convidados interagem com os funcionários cerca de 60 vezes durante a estadia. Cada interação é uma chance de melhorar o atendimento, aumentar a expectativa dos convidados, conhecê-lo melhor e fortalecer o vínculo da empresa com seus clientes. Porém um pequeno deslize no atendimento pode afetar a experiência do cliente, que pode não retornar ao local. Ao planejar uma viagem para um dos complexos Disney, o cliente não está comprando apenas uma ida à um parque de diversões ou um cruzeiro. A Disney se tornou uma referência de magia, de ambiente familiar, de atendimento e de experiências memoráveis”.

Momentos mágicos

“Os membros do elenco da Disney são ensinados à criar momentos mágicos para seus convidados. Cada convidado da Disney tem uma interação única com os membros do elenco. O funcionário recém-contratado é ensinado que seu papel é criar felicidade para todos, proporcionando o melhor em entretenimento para pessoas de todas as idades. Os “momentos mágicos” são interações conhecidas por proporcionar uma lembrança para o convidado que durará anos. Um exemplo que ocorreu comigo: uma criança estava chorando, pois não estava encontrando na loja um brinquedo que a agradasse, e sua mãe estava sem mais recursos para acalmar sua filha. Me dirigi até a criança, agachei até ficar à sua altura e falei que a fada Wendy me ligou e pediu para a entregar um presente: um pin que era feito com Pó de Fadas! A criança instantaneamente parou de chorar e mostrou para sua mãe, que ficou muito agradecida. Realizar esses momentos me deixava tão feliz, que não queria trabalhar em nenhum outro lugar. A Disney também criou diversos momentos mágicos para mim enquanto trabalhava lá. Nos condomínios que moravam os intercambistas, ocorriam diversas festas, com comida liberada e DJs tocando também músicas, inclusive brasileiras, para matarmos a saudade de casa. Nessas festas também levavam os personagens, como o Mickey e a Minnie, para os funcionários tirarem fotos. Outros eventos que ocorriam com exclusividade para membros do elenco: acesso à uma atração antes de ser inaugurada, permitir em um dia os funcionários fossem a algumas atrações, e um evento que não posso deixar de citar: um show do DJ Axwell no Castelo da Cinderela no Magic Kingdom. Que noite incrível.”

No natal meus superiores deixavam doces no nosso “backstage” todos os dias para comemorar. Os funcionários na época do Natal, quando fiz o intercâmbio, ganhavam 40% de desconto nas compras de produtos Disney.  Como pode ver, ser funcionário da empresa era um prazer imenso”. 

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: