Friburgo tem mais uma representante no The Voice Brasil Kids

Carol Breder, de 9 anos, canta "A Banda" e entra para o time de Carlinhos Brown
segunda-feira, 27 de janeiro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Carol no The Voice Brasil Kids (Fotos: Reprodução da web/ TV Globo)
Carol no The Voice Brasil Kids (Fotos: Reprodução da web/ TV Globo)

Nova Friburgo voltou a brilhar no quarto dia de audições às cegas do The Voice Brasil Kids, neste domingo, 26. A pequena Carol Breder,  interpretando "A Banda", de Chico Buarque, entrou para o time de Carlinhos Brown, o primeiro a virar a cadeira para a garotinha de 9 anos, logo nos primeiros acordes da música. Claudia Leitte foi a segunda a se render à fofurice de Carol.

Confira a performance aqui.

Antes da apresentação, o programa mostrou várias cenas de Friburgo. Carol levou para o palco um de seus bichinhos de pelúcia, a "Cenorita", o que encantou os jurados. Após a apresentação, Carlinhos Brown foi até o palco do The Voice Kids conversar com Carol e com o bichinho de pelúcia (foto). “Ele é meu amuleto da sorte. Me deixa mais calma nesses momentos", contou ela.

A mãe de Carol, Daniella Breder, disse À VOZ DA SERRA que a família está muito feliz com o carinho da torcida, mas lamentou não estar autorizada pelo programa a dar entrevistas. O instagram de Carol pode ser acompanhado aqui.

Além de Carol Breder, Brown levou para seu time  Laura Rodrigues, 11 anos, de Brusque, Santa Catarina, que cantou “Confusão”, da banda Melim;  e Arthur Galvani, 12 anos, de Santo Antonio do Sudoeste, no Paraná, que cantou “Sonho de Ícaro”.

De Santa Catarina, Maria Eduarda Ribeiro, 14 anos, cantou “De Volta Pro Aconchego” e conseguiu que quatro técnicos virassem a cadeira para ela, que escolheu o time de Claudia. 

Enzo Zakimi, 14 anos, de São Paulo, cantou “Conquistando o Impossível” e também fez quatro cadeiras virarem para ele, que escolheu o time Simone & Simaria. 

Outra que conquistou todos os técnicos foi Hellen Sandy, 11 anos, de Teixeira de Freitas, na Bahia, que cantou “Tente Outra Vez”. Ela também escolheu seguir o programa com a dupla sertaneja.

Três cadeiras viraram para  Lucas Mohallem, 10 anos, de Belo Horizonte, que cantou “A Lenda”, da dupla Sandy & Junior; e Giovana Costa, 13 anos, mineira de Bocaiuva, que cantou “Canarinho Prisioneiro”. Lucas escolheu o time de Claudia, enquanto Giovana ficou com Simone & Simaria.

Já Cláudia conseguiu também para o time dela Ana Clara Martins, 13 anos, que cantou “Million Reasons”, da Lady Gaga; e Anais Waucampt, 12 anos, nascida nos Estados Unidos, mora no Rio de Janeiro e cantou “Final Feliz”, de Jorge Vercillo;

Só não foram selecionadas duas crianças: Heloíse Camargo, 12 anos, que veio de Bagé, no Rio Grande do Sul, e cantou “Chegaste”; e  Henrique Moreno, 13 anos, de Matão, São Paulo, que cantou “Deixa”. 

Giovana também na disputa

Três domingos atrás, no primeiro dia da audição às cegas, em 5 de janeiro, outra friburguense, Giovana Aguilera, de 13 anos, foi um dos 11 talentos classificados na primeira fase  da quinta temporada do The Voice Kids Brasil. Giovana escolheu cantar “Believer”, da banda americana de pop-rock Imagine Dragons, e impressionou todos os jurados, que viraram as cadeiras para ela. Ela escolheu entrar para o time de Cláudia Leitte. 

O programa continua agora por várias semanas, sempre aos domingos, selecionando os pequenos artistas para a etapa seguinte. No final, o vencedor ou vencedora, além de ganhar o título de melhor voz infantil do Brasil, assinará contrato com a Universal Music, terá a carreira gerenciada e receberá prêmio de R$ 250 mil.

Nesta etapa, 72 crianças serão selecionadas pelos jurados para a etapa seguinte, as batalhas. As apresentações podem ser conferidas no canal Globo Play.

Berço de talentos

Nova Friburgo já teve finalista no The Voice Brasil: em setembro passado, Tatila Krau perdeu a vaga para disputar a semifinal, com votos do público e dos jurados Lulu Santos, Ivete Sangalo, Michel Teló e Iza. Na apresentação decisiva, Tatila cantou “Dois Rios”, da banda Skank em parceria autoral com o cantor Nando Reis. A friburguense, que fazia parte do time do cantor Michel Teló, concorria com Bia Ferraz, Mobi Colombo e Tony Gordon pela vaga na semifinal. Tony foi a escolha do público, enquanto Teló decidiu por Mobi Colombo, eliminando assim Bia e Tatila.

LEIA MAIS

Banda sinfônica faz 157 anos no próximo dia 26, mas como é quarta-feira de Cinzas, celebração foi adiada para março

Aulas não têm restrição de idade e há vagas para vários instrumentos, de sopro e percussão

Atrações incluem degustações, forró, blues, MPB e roda de samba neste fim de semana

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Música