Friburgo perde o empresário Hebert Carestiato

Ladrilhos de sua fábrica compõem os pisos da Catedral São João Batista e dos corredores do Colégio Anchieta
segunda-feira, 10 de agosto de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Friburgo perde o empresário Hebert Carestiato

Faleceu no último sábado, 8, aos 86 anos, o empresário Hebert Carestiato. Ele esteve à frente por vários anos da tradicional Fábrica de Ladrilhos São José, que tem marca registrada na história de Nova Friburgo por ter criado os ladrilhos hidráulicos que compõem os pisos da Catedral São João Batista e também dos corredores do Colégio Anchieta. Hebert também foi presidente do Rotary Clube Nova Friburgo no período 1987-1988, e exerceu diversas funções nos conselhos diretores do clube de serviço ao qual era associado desde 1973. Era um dos mais antigos rotarianos da cidade e todos os anos era homenageado devido a 100% de frequência nas reuniões do Rotary ao longo das últimas quatro décadas, sendo considerado, por isso, um exemplo rotário.  

Hebert também se destacava pela serenidade, temperança e atitudes corretas sempre primando pela ajuda ao próximo. Seu legado se exemplifica pelo companheirismo, que ele tanto difundiu no meio rotário e empresarial. A perda de Hebert também é imensamente sentida pelos descendentes de italianos que residem em Nova Friburgo, onde os primeiros membros da família Carestiato chegaram no final do século 19. 

Ele também era um dos mais antigos assinantes de A VOZ DA SERRA. Neste momento de dor, a direção e equipe do jornal se solidariza com os familiares do saudoso Hebert, especialmente os filhos Márcio, Mônica e Marise, enviando os votos do mais profundo pesar.     

 

LEIA MAIS

Revelador de talentos estava internado há pouco mais de uma semana com Covid-19 no Hospital Municipal Raul Sertã

Célio Mangia foi um dos 67 jovens soldados da cidade enviados para o front na Itália

Jonas Barbosa do Espírito Santo, de 54 anos, ficou internado durante um mês

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: obituário