Estado e União fecham acordo para adesão definitiva ao Regime de Recuperação Fiscal

Medida garantirá o equilíbrio das finanças fluminenses nos próximos dez anos
terça-feira, 21 de junho de 2022
por Jornal A Voz da Serra
O Palácio Guanabara, sede do governo do estado (Foto: reprodução da web)
O Palácio Guanabara, sede do governo do estado (Foto: reprodução da web)

O Governo do Estado e a União chegaram a um consenso nesta terça-feira, 21, e fecharam acordo para a adesão definitiva do Rio de Janeiro ao novo Regime de Recuperação Fiscal (RRF). O anúncio foi feito pelo governador Cláudio Castro, após comunicação da Advocacia-Geral da União (AGU) e da Procuradoria Geral do Estado (PGE) ao Supremo Tribunal Federal (STF). A medida representa um grande passo para o equilíbrio das contas fluminenses nos próximos dez anos, garantindo mais investimentos para o estado e o pagamento em dia de servidores e fornecedores.

O acordo ocorreu após as tratativas feitas no STF, com mediação do ministro Dias Toffoli, entre a PGE e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) para discutir aspectos jurídicos do Plano de Recuperação Fiscal apresentado pelo governo fluminense. Ao longo das discussões, a União acolheu a tese da PGE e todos os pontos questionados foram sanados.

Antes de o tema ser tratado no Supremo, os governos estadual e federal iniciaram, ainda este ano, uma rodada de negociações para discutir também os aspectos econômico-financeiros do plano que foram questionados pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) — e solucionados no âmbito administrativo. Agora, com mais esse aval jurídico na ação que corre no STF, o Estado do Rio de Janeiro não encontra mais obstáculos para o ingresso definitivo no RRF.

O Governo do Rio de Janeiro solicitou, em maio de 2021, a entrada no novo regime. A adesão ao RRF foi confirmada em 4 de junho do ano passado. O montante da dívida com a União é de R$ 148,1 bilhões.

"Essa é uma grande notícia para o Rio de Janeiro e toda a população fluminense. Com isso, estamos garantindo um futuro mais seguro para as finanças do nosso Estado, mais investimentos e recursos para diversas áreas, como Segurança Pública, Educação e Saúde, além de previsibilidade para o pagamento do funcionalismo. Depois de dois anos tratando pessoalmente dessa pauta em Brasília, é com muita satisfação que hoje eu anuncio essa vitória", disse Cláudio Castro.

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: