Caminhando e descobrindo as belezas e inúmeras atrações de Friburgo

Emoldurada pela mata Atlântica, a cidade faz um convite irrecusável
sábado, 03 de julho de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Parque Estadual dos Três Picos - Pedra Cabeça do Dragão (Fotos: Divulgação)
Parque Estadual dos Três Picos - Pedra Cabeça do Dragão (Fotos: Divulgação)

Caminhar é um excelente exercício, assim como escalar montanhas, entre outras práticas físicas, que trazem inúmeros benefícios à saúde, além de manter a forma. Essa atividade já rotineira, praticada por boa parte das pessoas, pode se transformar em diversão durante as férias — em um mix de lazer, exercícios e descanso. Há quem viaje para cidades do interior nesse período justamente para se dedicar a tudo isso, e, quem sabe, viver grandes aventuras. 

Merecem atenção as diversas opções de consumo, entre elas, as criativas peças do polo de moda íntima, em inúmeras lojas nos bairros de Olaria, Ponte da Saudade e no distrito de Conselheiro Paulino. Também é programa obrigatório conhecer o ponto turístico Praça do Suspiro, no Centro, onde se encontram compotas, queijos de cabra, biscoitos amanteigados, chocolates caseiros, mel e artesanato de bom gosto, tudo “made in Friburgo”.

Tem ainda as “vilas” de Lumiar e São Pedro da Serra. Além da natureza intocada, os arraiais preservam o astral rústico da região — com o charme característico de pousadas, restaurantes e lojinhas. No polo gastronômico do distrito de Mury, restaurantes servem fondues, racletes e deliciosas tortas alemãs. Por toda a cidade podem ser saboreadas receitas típicas dos 10 países cujos povos formaram a “nação” friburguense. 

Na estrada Friburgo-Teresópolis vale a pena conhecer as esculturas do artista Geraldo Simplício, no Jardim do Nêgo, expostas na área externa de sua propriedade. E muito mais, por todo o município.

Em tempo: devido à pandemia, todo e qualquer programa aqui indicado requer atenção especial aos protocolos de proteção e higienização individual, horários de funcionamento e distanciamento social. 

Friburgo sedia o primeiro Free Mountain Festival da região serrana do Rio

Já estão abertas as inscrições para as atividades gratuitas em formato híbrido

O projeto seria lançado em 2020, mas, devido à pandemia da Covid-19, o evento foi cancelado. Neste ano, com a crise sanitária ainda presente e as restrições para a realização de eventos no país, o festival será lançado em formato híbrido, entre os dias 16 e 18 de julho, com programação e atividades online e apenas algumas experiências presenciais exclusivas para poucos convidados. Durante o evento também serão realizados bate papos virtuais com temas sobre meio ambiente e tudo o que faz parte do universo outdoor.

Algumas atividades são gratuitas e estão com as inscrições abertas no site www.freemountainfestival.com.br. Em destaque, a competição de produção de vídeos para redes sociais (cine outdoor) e o concurso Chef de Fogareiro. Essas duas com premiação para os vencedores. “Esse tipo de evento é comum em países da Europa e é de lá que vem a inspiração para a realização do festival, que celebra a montanha e o melhor período do ano para a prática de atividades na natureza, reunindo esportes ao ar livre como mountain bike, trail running, escalada em boulder, astrofotografia, birdwatching, cinema ao ar livre, dentre outras”, explica Daniel Abreu, diretor de marketing da Br4 Branding.

Para os próximos anos, a missão do Free Mountain é fazer turistas e moradores da região desfrutarem de uma das áreas mais especiais do estado do Rio, participando de atividades para a família e amantes da natureza no imperdível inverno da região. O evento terá uma arena base onde acontecerão diversas oficinas ambientais, shows, palestras e cinema outdoor. As atividades esportivas estarão abertas ao público como o passeio de bike, corrida trail, trekking e outras atividades pensadas para criar uma autêntica experiência nas montanhas. Acompanhe o Free Mountain Festival no Instagram e no YouTube.

 

LEIA MAIS

Confira a entrevista com o técnico de informática Andelvan Passos, pai de Haniel e de João, sobre como a paternidade mudou a sua vida

Presença sempre ativa e constante do pai nessa relação pode ajudar as crianças a se sentirem seguras

Entre os que comemoram a data, o presente mais escolhido são as roupas, com 44% das respostas, seguido por perfumes, 41%

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: caderno z | inverno