Associação Friburguense de Kart retoma campeonato em Guapimirim

Rental Kart 2020 foi dividido em quatro divisões divisões com peso de lastro único: 90 quilos
quarta-feira, 15 de julho de 2020
por Vinicius Gastin
Com paralisação, calendário será esticado até fevereiro do ano que vem
Com paralisação, calendário será esticado até fevereiro do ano que vem

Com a reabertura do Kartódromo de Guapimirim, o Campeonato Friburguense de Kart Amador - Rental Kart 2020 foi retomado no último dia 5, com a realização de nova etapa. O calendário será esticado para adaptar a competição, avançando para janeiro e fevereiro. O torneio de 2021 terá início em março.

O Campeonato Friburguense de Kart Amador - Rental Kart 2020 foi dividido em quatro divisões com peso de lastro único: 90 quilos. Todas as etapas são disputadas no KIG-Kartódromo Internacional de Guapimirim. Estão previstas dez etapas, além da prova seletiva, promovida em janeiro.

“Foram mais de 100 dias de inatividade e muitos pilotos não tiveram a oportunidade de cuidar do preparo físico. Engana-se quem pensa que é tranquilo guiar um “carrinho” grudado no chão chegando a quase 100 km/h na grande reta. Por vezes, alguns pilotos não conseguem completar a corrida, pelo simples fato de não estarem adequados com a preparação física para suportar o castigo do kart. Quem se cuidou, tem a chance de conseguir um rendimento superior e acumular pontos preciosos a fim de disputar os troféus no final do campeonato”, explica Kleber Tavares, piloto e um dos principais coordenadores da AFK e do campeonato.

Na etapa realizada no último dia 8 de julho, Adilson Mozer foi o grande vencedor da Divisão 1, seguido por Kleber Tavares e Henrique César Abrantes. Guilherme Cipriani e Alex Alfaya completaram o pódio. João Augusto da Silva, Fellipe Macedo e Arthur de Paula também participaram. Alex Alfaya fez a pole, enquanto Kleber Tavares fez a volta mais rápida da prova.

Já na Divisão 2, Deivid Aljava faturou o primeiro lugar, seguido por Filipe Lack e Wily Zebende. Completaram o pódio os pilotos Luiz Affonso e Matheus Torres. Wily foi quem largou em primeiro, enquanto Deivid fez a volta mais rápida em prova que contou ainda com as participações de Thiago Emmerick, Eurico de Paula, Diego Vasconcellos, Bruno da Conceição, João Carlos de Paula e Álvaro Figueira.

Na Divisão 3A, quem levou a melhor foi Ademir Mozer, tendo Rodrigo Reis e Leonardo Werly como segundo e terceiro colocados. O pódio contou ainda com Giovana Abrantes e Rodrigo Ferreira. Luiz Carlos Schuabb, Adnilton Mozer e Thiago Latini também estiveram na pista pela divisão.

Ademir Mozer foi o dono da pole, e Adnilton, o responsável por cravar a melhor volta. Na 3B, o mais rápido dentre os pilotos foi Juliano de Jesus, também responsável pela melhor volta, seguido por Wendell Araújo, Henrique Chan (pole position), Kyssinger Mozer e Raphael Corrêa.

Com os resultados, Adilson Mozer lidera a Divisão 1, com três vitórias em três etapas, seguido por Guilherme Cipriani e Kleber Tavares. Na 2, o primeiro lugar pertence, no momento, a Thiago Emmerick, vencedor de duas das três etapas, seguido por Deivid Aljava e Luiz Affonso.

Na Divisão 3 o líder é Rodrigo Villaverde, que ganhou duas etapas. Adalmir e Ademir Mozer somam os mesmos 25 pontos do piloto adversário, mas estão em segundo e terceiro lugares, respectivamente, pelos critérios de desempate.

O campeonato também se adequou aos protocolos de segurança estabelecidos pelo KIG em virtude da pandemia. As baterias agora têm duração de 30 minutos ao invés de 20, pois os dez minutos adicionais são reservados para a higienização dos karts e para que o sorteio e a preparação dos pilotos sejam realizados respeitando o distanciamento social. Somente é permitido as entradas dos pilotos no kartódromo, sem acompanhantes.

Fortalecimento do kartismo

O projeto da Associação nasceu a partir de em grupo de amigos de Nova Friburgo, com um movimento para tentar viabilizar a construção de um kartódromo no município. Após algumas corridas no município de Guapimirim, os encontros do grupo se tornaram frequentes, praticamente mensais, e atualmente o grupo reúne mais de 130 participantes.

A partir desse movimento nasceu o FKC – Friburgo Kart Clube, clube amador municipal, voltado para o incentivo da prática do kartismo amador de aluguel (Rental Kart). A equipe, agora uma associação, promove campeonatos no Kartódromo Internacional de Guapimirim desde este ano, com calendário pré-definido e todas as baterias reservadas.

Esses são apenas os primeiros passos do movimento de Pró-Kartódromo em Nova Friburgo. Já há inclusive a definição do terreno, localizado terreno na rodovia RJ-130 (Nova Friburgo-Teresópolis), entre Campo do Coelho e Conquista.

Há inclusive uma parceria com as universidades Estácio de Sá e Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), através dos departamentos de modelagem computacional. O trabalho resulta na montagem de uma pista virtual para levantar os custos da construção do kartódromo.

O desenho e o projeto são assinados por Roberto Pupo Moreno, piloto famoso por derrotar, em 1981, Nelson Piquet e Alan Jones no GP da Austrália, na época disputado com carros da Fórmula Pacífico. O próprio Moreno – que atualmente tem um curso de automobilismo nos Estados Unidos - foi quem se dispôs a montar a pista de kart em Nova Friburgo.

  • Na divisão principal, Adilson Mozer foi o mais rápido e faturou a etapa

    Na divisão principal, Adilson Mozer foi o mais rápido e faturou a etapa

  • Pódio da Divisão 2: Deivid Aljava consegue vitória que o mantém na liderança do campeonato

    Pódio da Divisão 2: Deivid Aljava consegue vitória que o mantém na liderança do campeonato

LEIA MAIS

Enquanto a temporada de 2021 termina, planejamento para o próximo ano está quase pronto

Equilíbrio faz com que os pilotos se revezem a cada rodada nos lugares mais altos do pódio

Agrupamento por equipes gera em 2021 uma competição à parte

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: kart