Alex Bousquet pede demissão da Secretaria estadual de Saúde

Sob alegações de motivos pessoais, ele continuará no cargo até o anúncio do novo titular
quinta-feira, 17 de setembro de 2020
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
O secretário Alex Bousquet
O secretário Alex Bousquet

O governo do Estado do Rio  informou na tarde desta quinta-feira, 17, que o  secretário de Saúde Alex Bousquet entregou o cargo após três meses à frente da pasta. De acordo com a nota, Bousquet, no entanto, vai continuar respondendo às demandas da Saúde até que um novo secretário seja nomeado.

Ele alegou motivos pessoais ao pedir o afastamento. O governador em exercício, Cláudio Castro, agradeceu o empenho e a dedicação.

Alex Bouquet assumiu a pasta no dia 22 de junho no lugar de Fernando Ferry, que também pediu para sair alegando a pressão que vinha sofrendo para continuar pagando contratos com problemas. Alguns contratos firmados durante a pandemia têm sido alvo de investigações. Entre eles, estão os de construção dos hospitais de campanha para atender as vítimas da Covid-19 e os de aquisição de equipamentos de saúde. Neste caso, a suspeita é de um esquema de superfaturamento na compra de respiradores.

Ferry, por sua vez, assumiu a pasta no lugar de Edmar Santos, que hoje está preso e é investigado por suspeitas de irregularidades nos contratos de Saúde do RJ durante a pandemia de Covid-19, ele vai responder por peculato – corrupção cometida por funcionário público – e organização criminosa, segundo o Ministério Público.

 

LEIA MAIS

Apenas o Bradesco enviou representante, mas não apresentou proposta

Concessionária sem contrato, Faol foi a única empresa a participar do pregão e preferiu não apresentar proposta

Em agosto, nenhuma empresa de ônibus apresentou proposta e Faol segue operando sem contrato

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Governo