Wanderson Santos Emerick

Paixão Rubro-Negra

Nascido em Nova Friburgo, Wanderson Emerick é jornalista, comentarista esportivo e blogueiro. Amante do futebol, carrega consigo a paixão pelo Flamengo.

O Flamengo, mais uma vez, demonstra sua incapacidade de conviver com meio-termos. O céu e o inferno estão intimamente ligados na Gávea. Bom time, gestão e estrutura não são suficientes para conter esta pré-disposição aos extremos.

Seis meses, quatro derrotas. Este baixo número de tropeços poderia ser avaliado como positivo. Principalmente quando o time vem de um título conquistado de forma invicta. Mas não é o caso.

Leia mais

O Flamengo superou o desgaste e conquistou o Campeonato Carioca de forma invicta. Liderado por um Guerrero imparável, o rubro-negro chega ao seu 34° título estadual.

Melhor ataque, defesa e campanha. Não teve caô, o Mais Querido foi absoluto na competição. E para quem critica o fato de o Flamengo ter sido campeão estadual sem vencer uma Taça Rio ou Guanabara, basta discutir com a federação e seus filiados que aprovaram este regulamento — e o mesmo será utilizado em 2018.

Leia mais

Lá no céu, Nelson Rodrigues certamente está inconformado vendo que o clássico deste fim de semana — aquele que começou quarenta minutos antes do nada — não valerá nada. Um Fla-Flu, no campeonato carioca, mas que nem em terras cariocas será.

Leia mais

Existe um torneio que mexe de forma intensa com o imaginário de todo e qualquer rubro-negro. Este torneio é capaz de fazer o torcedor relembrar de glórias passadas, mas, ao mesmo tempo, de almejar conquistas futuras. Uma competição que já foi divisora de eras outrora e que pode vir a ser mais uma vez. É lógico, estou falando da Copa Libertadores.

Leia mais

No ritmo de folia, o Flamengo que parte pra cima e contagia venceu a freguesia e segue invicto na temporada. O nosso enredo? O samba sem respeito! Aquele que não bota medo e sempre nos diverte.

Em campo, um futebol de primeira, que envolve o adversário e não dá espaços para sustos. Liderado  por Diego, o time Rubro-negro foi seguro durante boa parte do jogo e não teve maiores dificuldades. Em ritmo de samba, o camisa 35 não pensou duas vezes antes de cobrar o pênalti que garantiu a vitória do Flamengo.

Leia mais

Não vou me empolgar, não vou me empolgar... estou empolgado! Mais uma vitória do Flamengo na temporada - é a sétima em sete jogos. Mais que apenas vencer, o Mais Querido está fazendo questão de nos convencer que este time é diferente dos outros que nos acostumamos a ver nos últimos anos.

Leia mais

Una vez Flamengo, siempre Flamengo! Em ritmo sul-americano, o Mais Querido começou a temporada 2017. Os peruanos Guerrero e Trauco participaram de todos os gols na vitória sobre o Boavista (4 a 1). No sábado, o portunhol falou mais alto,  mas será assim ao longo do ano?

Esto aquí es Flamengo! A lista é grande: Guerrero, Mancuello, Conca, Donatti, Cuéllar, Trauco e por último, o recém contratado, Berrío. Sete estrangeiros fazem parte do elenco do Flamengo nesta temporada.

Leia mais

Dez entre dez torcedores já escutaram aquela célebre frase "Craque o Flamengo faz em casa". Esta máxima não apenas consta algo histórico, mas também define uma filosofia que sempre foi sinônimo de títulos para o Mais Querido.

Leia mais

Ano novo, temporada nova, ansiedade de sempre. 2017 chegou e já mexe com o nosso imaginário. Em meio ao mar de especulações, o torcedor Rubro Negro começa o ano com a expectativa a mil. Afinal, será esse o tal ano mágico?

Entendam, quando se fala em expectativa ela se justifica pelo momento do clube. Não é pura e simplesmente uma empolgação ilusória, o Flamengo tem dado motivos para o torcedor brincar de sonhar. Não apenas imaginar um futuro brilhante, mas crer que dias promissores estão batendo em nossa porta.

Leia mais

Domingo fui ao Maracanã para torcer pelo time que sou fã. Não havia foguetes, nem bandeiras, e o Flamengo não tinha chance de ser campeão. Mas uma coisa é certa, o meu time bota pra ferver, e mesmo sem possibilidade de título fez a festa acontecer.

O calor era forte, mas não superava a ansiedade de ver o Mengão em campo. A torcida foi chegando, pouco a pouco. Entre um grito de "Mengo" e outro, o Maracanã foi tomado pela massa Rubro Negra. Quarenta mil apaixonados compareceram para reafirmar a promessa de apoiar até o final.

Leia mais