Série C do Rio começa no domingo, mas pode ter série de W.Os

Pelo menos quatro partidas estão ameaçadas de não acontecer devido à falta de jogadores inscritos pelas equipes
sexta-feira, 28 de maio de 2021
por Vinicius Gastin
 Prevista para começar no domingo, Série C do futebol carioca pode ter jogos em série não realizados (Foto: FutedoRio.com)
Prevista para começar no domingo, Série C do futebol carioca pode ter jogos em série não realizados (Foto: FutedoRio.com)

A Série C do Campeonato Carioca, correspondente a quinta divisão do futebol do Rio de Janeiro, começa neste domingo, 30, com oito partidas programadas para a rodada inaugural. Porém, este número pode cair até pela metade na hora em que a bola for efetivamente rolar. Pelo menos quatro partidas estão ameaçadas de não acontecer devido à falta de jogadores inscritos pelas equipes.

O início da quintona do Estadual 2021 já tinha sido adiado em uma semana, a pedido das próprias equipes, para que houvesse mais tempo hábil para resolver o problema. Até a noite da última terça-feira, 25, no entanto, a regularização dos atletas permanecia em atraso, gerando uma série de incertezas sobre o início da competição.

Ao todo, são seis os clubes ameaçados de suspensão. E.C. Resende e Canto do Rio ainda não inscreveram nenhum jogador na competição: os primeiros deverão desistir da disputa, devido ao falecimento de seu presidente, Ricardo Igreja, em abril. Já o Cantusca ainda nem começou a treinar e dificilmente terá condições de encontrar um patrocinador a tempo. Entre os que já correm contra o tempo, o Juventus tem nove jogadores regularizados e outros oito em exigências, o Búzios conta também com nove atletas já em condições, mas somente mais três com exigências a cumprir. O Independente de Macaé já regularizou dois jogadores e outros 14 ainda têm pendências, enquanto o União Central só tem seis nomes no sistema da Federação, todos ainda com questões documentais a resolver.

São cinco os jogos da primeira rodada que poderiam nem acontecer: Juventus x Santa Cruz, Paduano x Brasileirinho, E.C. Resende x Belford Roxo, Búzios x Império Serrano e Independente x União Central. Neste último, há a insólita possibilidade de WO duplo, caso nenhum dos clubes tenha jogadores suficientes em condição regular de jogo.

Após mudança no regulamento redigido pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Fferj), a partir deste ano, de acordo com o parágrafo terceiro do artigo 4º do regulamento da Série C, “as associações deverão inscrever no mínimo 15 atletas profissionais para disputa do campeonato sob pena de não poder iniciar a disputa. Após o início da competição, no mínimo 11 atletas profissionais deverão estar inscritos na competição sob pena de impossibilidade de participação pelo clube faltoso enquanto perdurar a irregularidade”.

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: