Preso acusado de tráfico de drogas no Alto do Floresta

Com ele foram encontrados 15 tabletes de maconha e dinheiro
terça-feira, 11 de fevereiro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
A droga, segundo a polícia, seria vendida no próprio loteamento
A droga, segundo a polícia, seria vendida no próprio loteamento

Um homem de 35 anos foi preso acusado de tráfico de drogas na manhã de terça-feira, 11, na Rua Aureliano Barbosa Faria, no Loteamento Alto do Floresta, no distrito de Conselheiro Paulino. A ação foi realizada por agentes do serviço reservado (P2) do 11ºBPM.

Segundo o comando do batalhão, os policiais foram ao local verificar denúncias sobre a ação do tráfico de drogas e após abordagem ao suspeito, foram encontrados com ele 15 tabletes de maconha e R$ 40. Ainda de acordo com a PM, ele teria admitido que fazia parte do tráfico de drogas do bairro.

O caso foi registrado na 151ª DP, onde a droga ficou apreendida e o acusado foi autuado por tráfico de drogas e permaneceu preso aguardando transferência para um presídio na capital. 

 

LEIA MAIS

Criminosos fugiram e ninguém foi preso, mas PM apreendeu drogas

Policiais também apreenderam uma arma que pode ter sido utilizada em um homicídio ocorrido em junho no Loteamento Tio Dongo

Menor, vindo do Rio de Janeiro, já tinha mandado de busca e apreensão

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra